Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Taxas Euribor sobem a 3 meses, mantêm-se a 6 e 12 e caem para novo mínimo a 9 meses

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 set (Lusa) -- As taxas Euribor subiram hoje a três meses, mantiveram-se a seis e 12 meses e desceram para novos mínimos de sempre a nove meses em relação a terça-feira.

A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, subiu hoje para -0,329%, mais 0,001 pontos do que na terça-feira e contra o atual mínimo de sempre, de -0,332%, registado pela primeira vez em 10 de abril.

A seis meses, a taxa Euribor, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de novembro de 2015, manteve-se em -0,272%, contra o atual mínimo de sempre, de 0,275%, verificado em 8 de setembro.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez em 05 de fevereiro de 2015, foi fixada de novo em -0,169%, atual novo mínimo de sempre, registado pela primeira vez em 12 de setembro.

A nove meses, a Euribor desceu para um novo mínimo de sempre, ao ser fixada em -0,219%, menos 0,001 pontos do que na terça-feira.

Depois de ter sido fixada em valores negativos entre 27 de novembro e 03 de dezembro de 2015, a Euribor a nove meses voltou para níveis abaixo de zero em 07 de janeiro de 2016, nos quais se tem mantido desde então.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

MC // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Portal da Queixa abre sítio para dispersar fraudes na Black Friday

O Portal da Queixa lançou nesta quarta-feira, um site onde os compradores podem comparar os preços praticados na Black Friday e evitar serem vítimas de eventuais fraudes. A plataforma funciona como um guia onde os consumidores podem consultar as melhores promoções.

Ministro do Ambiente admite subida do preço da água devido à seca

O ministro do Ambiente admitiu hoje que o preço da água possa vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas"

Menos de metade das empresas atribuiu prémios de desempenho aos trabalhadores

Menos de metade das empresas (44,9%) atribuiu em 2016 prémios de desempenho aos seus trabalhadores pelo cumprimento dos objetivos definidos para a empresa, segundo um inquérito hoje divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS