Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Continente, Madeira e Açores com risco 'muito elevado' de exposição à radiação UV

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 set (Lusa) -- Todas as regiões de Portugal continental, Madeira e Açores apresentam hoje um risco 'muito elevado' e 'elevado' de exposição à radiação Ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, todas as regiões estão com risco 'muito elevado' com exceção dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Coimbra, Castelo Branco e Leiria que estão com níveis 'elevados'.

O Instituto colocou ainda Santa Cruz das Flores (ilha das Flores, Açores) em risco 'moderado'.

Para as regiões com risco 'muito elevado' e 'elevado', o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

No caso de risco 'moderado' são aconselhados óculos de Sol e protetor solar.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é 'baixo', 3 a 5 ('moderado'), 6 a 7 ('elevado'), 8 a 10 ('muito elevado') e superior a 11 ('extremo').

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral entre o cabo Raso e o rio Douro até meio da manhã, nebulosidade que poderá persistir em alguns locais da faixa costeira.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado no litoral oeste e nas terras altas, em especial durante a tarde.

O Instituto prevê ainda neblina ou nevoeiro matinal no litoral a norte do cabo Raso, pequena subida da temperatura mínima nas regiões Centro e Sul e pequena subida da máxima mais significativa nas regiões do interior.

Na Madeira prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul da ilha e nas zonas montanhosas.

Está também previsto vento moderado de nordeste, soprando moderado a forte, por vezes com rajadas até 60/70 quilómetros por hora, em alguns locais montanhosos e no extremo leste.

A previsão aponta ainda para uma pequena subida de temperatura nas zonas montanhosas e nas vertentes sul da ilha.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros no grupo ocidental (ilhas das Flores e Corvo) e vento bonançoso a fresco.

No Funchal as temperaturas variam entre 22 e 29 graus celsius e em Ponta Delgada entre 20 e 25.

No que diz respeito ao continente, as temperaturas máximas vão oscilar entre os 22 graus (Viana do Castelo) e 35 (em Évora). As mínimas vão variar entre os 10 (Bragança) e os 21 graus (em Faro).

DD // SB

Lusa/Fim

+ notícias: País

Nove em cada 10 vítimas de violência doméstica não recorre a apoios

Nove em cada dez vítimas de violência doméstica não pedem ajuda ao sistema público de apoio, por desconhecimento, isolamento ou dificuldades no acesso aos serviços, disse à Lusa Elisabete Brasil, da União de Mulheres Alternativas e Resposta (UMAR).

Poluição aumenta devido à seca extrema

As emissões poluentes e os custos da produção de eletricidade dispararam por causa da seca. A associação ambientalista zero está preocupada com as emissões de Dióxido de Carbono e considera que o país deve apostar em energias renováveis.

Seca extrema pode fazer aumentar preços na agricultura

A seca extrema que se verifica no país tem afetado a agricultura e vai provocar um aumento no preço dos produtos. O alerta é do presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, que disse ainda haver neste momento uma grande apreensão nos empresários do setor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS