Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Governo decreta dia de luto nacional na sexta-feira pelas vítimas da queda de árvore na Madeira

Governo decreta dia de luto nacional na sexta-feira pelas vítimas da queda de árvore na Madeira
| País
Porto Canal com Lusa

O Governo decretou dia de luto nacional na sexta-feira "pela perda irreparável de vidas humanas" na queda de uma árvore no Largo da Fonte, nas festividades de Nossa Senhora do Monte, na Madeira.

"O Luto Nacional coincide com as cerimónias fúnebres das vítimas do acidente como forma de pesar e solidariedade de todo o país", é referido num comunicado do Governo divulgado esta quinta-feira.

Na nota, pode ler-se que "o Governo decretou hoje um dia de Luto Nacional para o dia 18 de Agosto, pela perda irreparável de vidas humanas no acidente provocado pela queda de uma árvore na Região Autónoma da Madeira".

Um carvalho de grande porte e com 200 anos abateu terça-feira, Dia da Assunção de Nossa Senhora, também conhecido por Dia de Nossa Senhora do Monte, padroeira da Região Autónoma da Madeira, no Largo da Fonte, no Monte, sobre várias pessoas que aguardavam pela passagem da procissão, causando 13 mortos e 49 feridos, sete dos quais estão hospitalizados.

Oito das vítimas mortais são do sexo feminino e cinco do masculino, sendo uma criança de 1 ano e as restantes com idades entre os 28 e 59 anos. Uma mulher francesa e outra húngara figuram entre os mortos.

+ notícias: País

Campanha eleitoral deixa algumas escolas sem professores

Há escolas do interior do país quase sem professores e funcionários, por causa da campanha eleitoral. As dispensas para participar em ações de campanha sao legais, mas condicionam o arranque escolar. No Agrupamento de Cinfães, por exemplo, estao em falta 12 docentes e dois funcionários.

Vacina contra a gripe gratuita para diabéticos e bombeiros

A vacina contra a gripe vai ser este ano pela primeira vez gratuita para os bombeiros e diabéticos, tendo o Estado adquirido 1,4 milhões de doses, mais 200 mil do que no ano passado.

Preço dos quartos para estudantes sobe 40% num ano

Há cada vez mais alunos com dificuldades em encontrar alojamento no Porto a preços acessíveis. O valor por quarto aumentou 40% desde o ano passado, devido à pressão turística e ao aumento de estudantes estrangeiros na cidade.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...