Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

BE disponível para pedir fiscalização do TC à lei de acesso das secretas a metadados

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 ago (Lusa) -- O BE manifestou hoje disponibilidade para se juntar a outros deputados para pedir a fiscalização sucessiva da constitucionalidade da lei que permite às 'secretas' o acesso a dados de comunicações, considerando não existir consenso jurídico sobre a matéria.

"O Bloco de Esquerda, que votou contra a aprovação desta lei, mantém a sua disponibilidade para contribuir para que o Tribunal Constitucional se pronuncie sobre esta matéria", disse à agência Lusa o deputado do BE, José Manuel Pureza.

Como "o número de deputados do BE não chega para suscitar esta questão", os bloquistas estão disponíveis para se juntarem "a outros deputados" e pedir ao Tribunal Constitucional a fiscalização sucessiva da constitucionalidade da nova lei que permite aos serviços de informações o acesso a dados de comunicações, os metadados.

"O Presidente da República invoca como argumento para a promulgação desta lei a existência de consenso jurídico. Se há coisa que não existe nesta matéria é consenso jurídico", criticou.

JF // VAM

Lusa/fim

+ notícias: Política

Ministro da Defesa fala em "objetivos políticos" na divulgação do relatório "fabricado"

O ministro da Defesa admitiu este domingo que o noticiado relatório dos serviços de informações militares sobre o furto de armamento da base de Tancos tenha sido fabricado e que possam existir "objetivos políticos" na sua divulgação.

Cristas diz que tal como o relatório o ministro da Defesa "se calhar não existe"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu este domingo que além de um furto a Tancos e um relatório que "se calhar" não existem também o ministro da Defesa "ainda não compreendeu que já não existe".

Marcelo apela ao voto nas eleições autárquicas em visita à Festa do Outono de Serralves

Marcelo Rebelo de Sousa esteve este sábado na Festa do Outono, realizada na Fundação de Serralves, no Porto, e aproveitou para apelar ao voto nas próximas eleições de 1 de outubro. O Presidente da República criticou a abstenção, sublinhando a importância do voto em democraci

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...