Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

MAI na sede da Proteção Civil para "ponto de situação nacional"

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 ago (Lusa) - A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, deslocou-se hoje ao comando da Proteção Civil, em Carnaxide, para se "inteirar do ponto da situação dos incêndios a nível nacional", disse à Lusa fonte oficial.

Fonte do Ministério da Administração Interna afirmou que a governante "chegou cerca das 19:30" à sede da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) e que está "reunida na sala de situação" com o presidente da ANPC, Joaquim Leitão, e com o comandante nacional operacional da Proteção Civil, Rui Esteves.

De acordo com o portal 'online' da ANPC, pelas 20:30 de hoje, havia registo de 22 incêndios rurais em curso no país, mobilizando 2.255 bombeiros, apoiados por 629 veículos terrestres e 21 meios aéreos.

Em fase de resolução há também indicação de 16 incêndios rurais para onde estão destacados 834 homens, 274 carros de combate e dois meios aéreos e já em conclusão há registo de 52 incêndios que lavram em meios rurais, combatidos por 910 bombeiros com a ajuda de 261 veículos terrestres.

A Proteção Civil identifica também os casos mais importantes, destacando pela mesma hora nove "ocorrências importantes", sendo o distrito de Coimbra aquele que mobiliza mais meios humanos.

ND // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Sete pessoas continuam internadas devido à queda de árvore na Madeira

Nove das 16 pessoas internadas no hospital do Funchal na sequência da queda de uma árvore tiveram alta e sete permanecem internadas, uma das quais nos cuidados intensivos, disse esta quarta-feira fonte hospitalar.

Jorge Gomes afirma que fogos que começam à noite não podem ter "mão bondosa"

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, afirmou na terça-feira que os fogos que começam à noite e em "lugares estratégicos e cirúrgicos" não podem ser de "mão bondosa", apontando situações de "criação de incêndios".

Cinco distritos do continente e Madeira sob aviso amarelo devido a tempo quente

Os distritos de Castelo Branco, Portalegre, Évora, Beja, Faro e a região autónoma da Madeira estão esta quarta-feira sob aviso amarelo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), devido a previsões de tempo quente.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...