Jornal Diário Jornal das 13

Ativado Plano de Emergência Distrital de Coimbra

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 ago (Lusa) -- Mais de 70 incêndios deflagraram apenas em três horas da tarde de hoje em vários locais do norte e centro do país, com Coimbra a ativar o Plano de Emergência Distrital devido aos fogos.

No segundo "briefing" do dia da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a adjunta nacional de operações, Patrícia Gaspar, explicou que a tarde de hoje está a dar "muito trabalho" e que às 18:30 foi ativado o Plano de Emergência Distrital de Coimbra, onde também foram ativados os planos municipais de emergência de Miranda do Corvo, Cantanhede e Coimbra.

Depois de uma manhã mais tranquila, a responsável disse que na tarde de hoje surgiram 25 incêndios entre as 15:00 e as 16:00, outros 25 entre as 16:00 e as 17:00, e mais 23 entre as 17:00 e as 18:00, com Coimbra, Santarém e Aveiro a merecerem maiores preocupações.

FP // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Homem morre em Cinfães quando estava a lançar fogo-de-artifício

Um homem morreu hoje de manhã, em São Cristóvão de Nogueira, no concelho de Cinfães, quando estava a lançar fogo-de-artifício, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu.

Nebulosidade e temperaturas abaixo dos 30 em quase todo o país até à próxima semana

A nebulosidade, o vento e as temperaturas abaixo dos 30 graus Celsius, exceto no Algarve e interior do Alentejo, vão continuar pelo menos até meados da próxima semana, disse à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

Falta de técnicos deixa ambulâncias do INEM paradas quase 1200 horas em junho

Em junho as ambulâncias do INEM estiveram paradas mais de mil horas por dia por falta de pessoal. O sindicato dos técnicos de emergência denuncia que a situação pode piorar, caso a providência cautelar da ordem dos enfermeiros trave a formação de técnicos que está a decorrer.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.