Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Fogo de Alvaiázere com uma das frentes em direção a Ferreira do Zêzere

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 ago (Lusa) -- O incêndio que deflagrou hoje às 19:40 em Alvaiázere, distrito de Leiria, tem uma das quatro frentes na direção de Ferreira do Zêzere, distrito de Santarém, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Este incêndio, segundo o oficial de operações e de emergências da ANPC, Pedro Araújo, levou já ao corte da Autoestrada do Pinhal Interior (AE13) entre os nós de Alvaiázere e Cabace.

A localidade mais próxima desta frente de incêndio é a de Covas do Souto e os bombeiros estão a trabalhar na defesa das aldeias que estão na linha do fogo.

Com quatro frentes ativas em povoamento florestal, este incêndio está a ser combatido por 320 operacionais, com 99 meios terrestres.

A presidente da Câmara de Alvaiázere, Célia Marques, disse à agência Lusa que a situação na sua zona "está dominada", mas que uma das quatro frentes ativas estão a deslocar-se para a localidade vizinha de Ferreira do Zézere, distrito de Santarém, onde uma aldeia já foi evacuada.

"Não estou em Alvaiázere, mas segundo me informaram, neste momento, o incêndio já passou para o concelho de Ferreira do Zêzere [distrito de Santarém]. No entanto, existem reacendimentos pontuais, o que nos preocupa. O cenário que se antevê desta noite não é calmo e sereno", disse à Lusa Célia Marques, pelas 23:40.

A autarca adiantou que em Alvaiázere nunca chegou a haver casas ou pessoas em risco.

"Segundo me disseram, a situação está mais complicada em Ferreira do Zêzere, onde já terão tido necessidade de evacuar uma aldeia", vincou.

O incêndio com quatro frentes ativas, em povoamento florestal, deflagrou hoje pelas 19:40 na localidade de Barqueiro, no concelho de Alvaiázere, distrito de Leiria.

GC/EYC // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: País

Sindicato entrega petição a presidente da Assembleia da República contra encerramentos dos CTT

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações (SNTC) entrega esta quarta-feira uma petição, com 8.600 assinaturas, ao presidente da Assembleia da República contra o encerramento de 22 estações, no âmbito de um plano de reestruturação da empresa.

Quercus alerta para "potencial cancerígeno" no material que está a substituir amianto nas escolas

O material que está a substituir o amianto nas escolas é "pontencialmente cancerígeno" e inflamavel. O alerta é da Associação Ambientalista Quercus.

Número de mortos na sequência de incêndio em Tondela sobe para nove

Um homem morreu hoje no Hospital de São João, Porto, na sequência do incêndio de sábado em Vila Nova da Rainha, Tondela, elevando para nove o número de vítimas mortais do sinistro, disse fonte hospitalar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.