Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Organização internacional da Red Bull Air Race confirma prova no Porto em setembro

Organização internacional da Red Bull Air Race confirma prova no Porto em setembro
| Norte
Porto Canal com Lusa

A organização internacional da Red Bull Air Race confirmou hoje à agência Lusa que o evento agendado para os dias 2 e 3 de setembro no Porto "não está em causa".

A confirmação da realização da prova surge após a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) não reconhecer ao Aeródromo Municipal da Maia, uma das bases operacionais da prova, capacidade prestadora de serviços de tráfego aéreo por ausência de certificação.

"A organização confirma estar tudo bem porque está em estreita colaboração coma a ANAC e com todas as entidades envolvidas", sublinhou a Red Bull Air Race, informando que "a não cerificação do aeródromo para prestação de serviços de tráfego aéreo não impede a sua utilização".

E prosseguiu: "além disso, apenas três das 18 aeronaves utilizarão o aeródromo da Maia como base para o evento", sem divulgar qual a alternativa encontrada para o parqueamento das restantes aeronaves, por agora todas estacionadas no aeródromo de Vilar da Luz, na Maia.

"A etapa portuguesa do Red Bull Air Race está confirmada para os dois 2 e 3 de setembro", concluiu o comunicado enviado à Lusa.

A sexta etapa da Red Bull Air Race 2017 reconhecida pela Federação Aeronáutica Internacional (FAI) como o Campeonato do Mundo da aviação desportiva está marcada para o Porto, nela participando 25 aviões, distribuídos por duas classes: uma para pilotos consagrados (Master Class) e outra para novos talentos (Challenger Class).

+ notícias: Norte

Perto de dois mil motociclistas desfilam nas ruas do Porto em protesto

Perto de dois mil motociclistas protestaram este domingo no Porto contra medidas anunciadas pelo Governo sobre inspeções e cartas de condução, num desfile de cerca de 12 quilómetros e duas horas, que começou pelas 16h00, revelou à Lusa a PSP.

Centenas de jovens agricultores queixam-se de falta de apoio e investimento do Governo

Centenas de jovens agricultores estão há três anos à espera de financiamento para projectos já aprovados no âmbito do Plano de Desenvolvimento Rural 2020, sendo que um dos sectores com mais atrasos é o da produção de leite. O Norte do país não é excepção e queixa-se de falta de apoio e investimento por parte do Governo.

Especialistas defendem castração química para agressores sexuais

Vários especialistas defendem a castração química para os agressores sexuais em Portugal. Este tratamento ajuda a diminuir o desejo sexual e só pode ser aplicado com o consentimento do agressor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.