Jornal Diário Jornal das 13

Portugal espera arrecadar até 1.000 ME em dívida de curto prazo na 4.ª feira

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 ago (Lusa) - Portugal vai voltar aos mercados na quarta-feira para emitir até 1.000 milhões de euros em dívida de curto prazo, com uma linha a três meses e outra a 11 meses, anunciou hoje o IGCP.

Em comunicado hoje emitido, a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) refere que vai realizar na quarta-feira dois leilões das linhas de Bilhetes do Tesouro "com maturidades em 17 de novembro de 2017 e 20 de julho de 2018", respetivamente.

A agência que gere a dívida pública portuguesa espera arrecadar com este leilão duplo "um montante indicativo global entre 750 milhões e 1.000 milhões de euros".

A última emissão de Bilhetes do Tesouro a três meses foi realizada em junho deste ano, quando foram colocados 250 milhões de euros a uma taxa de juro média de -0,337%.

No mesmo mês foi também feita uma emissão de Bilhetes do Tesouro a 11 meses, tendo sido colocados 1.000 milhões de euros com um juro médio de -0,264%.

Estes leilões estão previstos no programa de financiamento a curto prazo do IGCP para o terceiro trimestre deste ano, período em que a agência liderada por Cristina Casalinho espera arrecadar 4.500 milhões de euros em bilhetes do tesouro.

ND // CSJ

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Portugal é dos países que mais recebe de Bruxelas com quase cinco mil ME de fundos em três anos

Portugal recebeu, nos últimos três anos, quase cinco mil milhões de euros da Comissão Europeia, ocupando o terceiro lugar entre os Estados-membros que mais fundos comunitários receberam, segundo dados divulgados por Bruxelas.

EasyJet vai contestar indemnizações por falta de combustível em Lisboa

A companhia aérea easyJet afirmou hoje que vai contestar as indemnizações que foi obrigada a pagar devido às perturbações pela falha no abastecimento de combustível no aeroporto de Lisboa, tentando "recuperar esses valores" junto das petrolíferas.

Ryanair prevê cancelar até 300 voos diários devido a greve na próxima semana

A companhia aérea Ryanair indicou hoje que prevê cancelar até 300 voos diários na próxima quarta e quinta-feira (dias 25 e 26) devido a perturbações provocadas pela greve de tripulantes de cabine em Portugal, Espanha e Bélgica.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.