Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

País não pode esquecer os fogos quando chegar o inverno -- Costa

| Política
Porto Canal com Lusa

Coimbra, 11 ago (Lusa) - O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que o país não pode esquecer os incêndios florestais quando chegar o inverno e tem de fazer o que é necessário para os prevenir depois do verão.

Intervindo na sessão de consignação da empreitada de desassoreamento do rio Mondego, em Coimbra - obra que, segundo António Costa, tornará o rio "mais resistente aos riscos de cheia" - o primeiro-ministro considerou-a uma inspiração para a prevenção dos incêndios florestais.

"Tal como estamos aqui hoje a tomar as medidas necessárias para prevenir o risco das cheias, temos mesmo de fazer a seguir ao verão aquilo que é necessário para prevenir os incêndios florestais", afirmou.

A esse propósito, o governante considerou "muito importante" a aprovação, pelo parlamento, do pacote legislativo da reforma florestal apresentado pelo Governo e que essa reforma florestal tenha sido promulgada pelo Presidente da República "esta semana".

JLS // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Impasse entre três forças políticas leva a novas eleições na freguesia de Darque, em Viana do Castelo

A freguesia de Darque, em Viana do Castelo, vai novamente a eleições. Sete meses depois das autarquicas, as três forças políticas não chegaram a acordo para a constituição do executivo e CDU e PSD renunciaram ao mandato provocando novas eleições.

PCP admite "coisa aproximada à 'geringonça' depois das próximas eleições"

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, afirma numa entrevista este sábado divulgada que não ficou "irritado ou ciumento" com os acordos PS/PSD e que depois das próximas eleições "pode aparecer uma coisa aproximada à 'geringonça'".

Governo confiante num "entendimento" que trave greve "prejudicial" da EMEF

O ministro do Ambiente admitiu que a greve dos trabalhadores da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF), que faz a manutenção das carruagens da Metro do Porto, "provoca prejuízos muito grandes" e mostrou-se esperançado num "entendimento".

Atualizado 21-04-2018 12:59

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.