Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Volume de negócios nos serviços acelerou no primeiro trimestre ao aumentar 7,1%

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 ago (Lusa) - O crescimento do volume de negócios nos serviços acelerou no segundo trimestre ao subir 7,1%, quando nos três meses anteriores tinha aumentado 5,1%, enquanto na variação mensal abrandou em junho, anunciou hoje o INE.

"No 2.º trimestre de 2017, as vendas de serviços aumentaram 7,1% (5,1% no trimestre anterior)", refere o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo os dados revelados, na variação mensal, "o índice de volume de negócios nos serviços passou de um crescimento homólogo de 7,0% em maio para 5,9% em junho".

Comparativamente com o mês anterior, o índice de volume de negócios nos serviços registou uma taxa de variação de 3,3% (depois de ter descido 1,3% em maio).

Os índices de emprego, de remunerações brutas e de horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário, apresentaram variações homólogas positivas em junho.

No caso do emprego, a subida foi de 3,6% (tinha sido 3,7% em maio), nas remunerações brutas o acréscimo foi 5,5% (4,7% em maio) e nas horas trabalhadas o aumento foi de 4% (3,4% em maio).

As áreas que mais contribuíram para a variação do índice agregado do volume de negócios foram o comércio por grosso (contribuição de 2,3 pontos percentuais), a reparação de veículos automóveis e motociclos e a de transportes e armazenagem (1,5 pontos percentuais) e variações homólogas de 4% e 10,5%, respetivamente (5,8% e 9,9% em maio).

No alojamento, restauração e similares o aumento foi o mais intenso em junho (13,5%) e a maior aceleração face ao mês anterior (2,2 pontos percentuais).

EA// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Famílias numerosas dizem-se discriminadas no custo da água que consomem

As famílias numerosas dizem-se discriminadas no custo da água que consomem. Nos concelhos mais desiguais, sem tarifários familiares, o preço pode variar até 12 euros por pessoa. No Porto nem metade dos municípios têm este tipo de tarifário.

Parecer científico recomenda a suspensão da pesca da sardinha em 2018

A pesca da sardinha deverá ser proibida em 2018 em Portugal e Espanha, face à redução acentuada do 'stock' na última década, refere o parecer do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) hoje divulgado.

Adelino Costa Matos diz que é "gritante" a falta de mão-de-obra qualificada a nível nacional

O Presidente da ANJE diz que em Portugal não existem jovens para trabalhar com formação profissional. Adelino Costa Matos afirma mesmo que a falta de mão-de-obra é "gritante".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"