Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

AIE revê em ligeira alta procura mundial de petróleo para 2017

| Economia
Porto Canal com Lusa

Paris, 11 ago (Lusa) -- A Agência Internacional de Energia (AIE) reviu hoje em alta a sua previsão de crescimento da procura mundial de petróleo para 2017, antecipando uma subida em 1,5 milhões de barris por dia, para 97,6 milhões de barris diários.

Depois de explicar que no segundo trimestre deste ano "a procura foi consistente", a AIE reviu a previsão da procura mundial para o final deste ano, em mais 0,1 milhões de barris por dia comparativamente à sua anterior previsão, de julho, refere a organização no seu relatório mensal sobre o mercado petrolífero.

Para 2018, o crescimento esperado pela AIE deverá abrandar ligeiramente em 1,4 milhões de barris por dia - montante inalterado em relação ao mês anterior -, para 99 milhões de barris diários.

Os números de referência foram revistos em relação à anterior publicação, sendo que na AIE possui novos dados para o ano de 2015.

A AIE referiu também no seu relatório mensal que há problemas na concretização das promessas de redução da produção petrolífera por parte de alguns produtores de petróleo.

"Haveria mais confiança na sustentabilidade do reequilíbrio (mercado) se alguns produtores envolvidos em acordos de produção não mostrassem sinais de enfraquecimento da sua decisão", assinala a AIE.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países não pertencentes à organização, caso da Rússia, acordaram no final de 2016 reduzir a produção até março de 2018 para diminuir a sua oferta no mercado mundial, tentando, assim, melhorar os preços do barril de crude.

Mas, segundo a OPEP, o cumprimento do acordo está aquém das metas fixadas.

JS// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Famílias numerosas dizem-se discriminadas no custo da água que consomem

As famílias numerosas dizem-se discriminadas no custo da água que consomem. Nos concelhos mais desiguais, sem tarifários familiares, o preço pode variar até 12 euros por pessoa. No Porto nem metade dos municípios têm este tipo de tarifário.

Parecer científico recomenda a suspensão da pesca da sardinha em 2018

A pesca da sardinha deverá ser proibida em 2018 em Portugal e Espanha, face à redução acentuada do 'stock' na última década, refere o parecer do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) hoje divulgado.

Adelino Costa Matos diz que é "gritante" a falta de mão-de-obra qualificada a nível nacional

O Presidente da ANJE diz que em Portugal não existem jovens para trabalhar com formação profissional. Adelino Costa Matos afirma mesmo que a falta de mão-de-obra é "gritante".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"