Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Governo aprova criação do Modelo de Apoio à Vida Independente

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 ago (Lusa) -- O Governo aprovou hoje a criação do Modelo de Apoio à Vida (MAVI) que permitirá a pessoas com deficiência ter o apoio de um assistente pessoal na realização de tarefas em que se encontrem limitadas.

"Pretendemos que as pessoas com deficiência, independentemente do tipo de deficiência em concreto, seja física, sensorial ou intelectual, tenham a possibilidade de beneficiar do apoio de um assistente pessoal, de um colaborador, que as ajude a realizar as tarefas", referiu a secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, na conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa.

Poderão beneficiar deste apoio as pessoas com deficiência ou incapacidade com grau não inferior a 60%, certificada por atestado médico multiúsos ou por Cartão de Deficiente das Forças Armadas, e com idade igual ou superior a 16 anos.

As pessoas com deficiência intelectual, perturbações do espetro do autismo ou doença mental podem beneficiar, independentemente do seu grau de incapacidade certificada.

As pessoas com idade igual ou superior a 16 anos que estejam abrangidas pela escolaridade obrigatória apenas poderão beneficiar de assistência pessoal fora das atividades escolares.

VAM // PNG

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Eduardo Cabrita substitui Constança Urbano de Sousa como ministro da Administração Interna

O primeiro-ministro propôs hoje ao Presidente da República a nomeação de Eduardo Cabrita para o cargo de ministro da Administração Interna e de Pedro Siza Vieira para ministro Adjunto do primeiro-ministro.

Deputado Renato Sampaio é candidato à Concelhia PS/Porto

O deputado socialista Renato Sampaio anunciou esta quarta-feira que é candidato à liderança da Concelhia do PS/Porto, considerando que esta precisa de uma "liderança forte" para "obter uma grande vitória na Câmara dentro de quatro anos".

Passos Coelho defende que António Costa "não merece uma segunda oportunidade"

O presidente do PSD defendeu esta quarta-feira que o Governo "não merece uma segunda oportunidade" e responsabilizou diretamente o primeiro-ministro pelo "falhanço do Estado" nos incêndios que causaram mais de 100 mortos nos últimos meses.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"