Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Dominado fogo que deflagrou terça-feira e hoje se reacendeu em Tábua

| País
Porto Canal com Lusa

Tábua, Coimbra, 09 ago (Lusa) -- O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase de conclusão, mas se reacendeu hoje, está dominado, disse o presidente da Câmara daquela vila do distrito de Coimbra, Mário Loureiro.

O fogo, que teve início na terça-feira, pelas 14:00, na zona de Várzea Candosa, na freguesia de Covas e Vila Nova de Oliveirinha, em povoamento florestal, essencialmente eucaliptal, foi dominado pelas 23:45, depois de ter sido combatido por cerca de 460 operacionais, apoiados por mais de uma centena de viaturas e dez meios aéreos.

Embora se tivessem mantido no terreno meios para trabalhos de rescaldo e prevenção, hoje, pelas 14:22, o incêndio reacendeu-se e o combate às chamas foi "muito complexo, devido ao muito vento no local e às muitas projeções", disse à agência Lusa, cerca das 17:30, Patrícia Gaspar, adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Nessa altura, as chamas estavam a ser combatidas por 424 operacionais, apoiados por 117 viaturas e sete meios aéreos, sendo a maior "preocupação a defesa e proteção dos habitantes de várias pequenas povoações muito dispersas", acrescentou a responsável.

Pelas 19:00, o fogo entrava entrou em fase de resolução, isto é, "sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido", e pelas 21:00 estava "dominado e já quase a entrar em fase de rescaldo", disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Tábua, Mário Loureiro.

A diminuição da intensidade do vento, a partir do final da tarde, contribui para "acalmar a situação", tal como aconteceu na terça-feira, dia em que, no entanto, como hoje, foi essencial o trabalho de quem "coordenou as operações e combateu [o incêndio] no terreno", sublinhou o autarca.

De acordo com a página da ANPC na internet, pelas 21:10, o fogo estava em fase de resolução, mobilizando 397 operacionais, apoiados por 113 veículos.

JEF (MYF) // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: País

Médicos recém-especialistas escrevem "carta aberta" em protesto por atraso nos concursos

Um grupo de médicos recém-especialistas da área hospitalar vai enviar esta semana ao Presidente da República e ao primeiro-ministro uma "carta aberta", contestando o facto de 700 profissionais estarem há meses à espera de abertura de um concurso.

Dois casos de gripe A confirmados em lar de idosos de Rabo de Peixe, nos Açores

O delegado de saúde da Ribeira Grande, José Carvalho, confirmou hoje à agência Lusa a existência de "dois casos de gripe A" identificados num lar de idosos na freguesia de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel.

Motociclistas manifestam-se em seis cidades de Portugal contra "farsa das inspeções"

O Grupo de Ação Motociclista (GAM) realiza este domingo em seis cidades portuguesas manifestações para protestar contra "a farsa das inspeções às motos" e "manipulação da sinistralidade" rodoviária.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS