Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Governo não revela qualquer lista de mortos em Pedrógão Grande

Governo não revela qualquer lista de mortos em Pedrógão Grande
| País
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro contactou hoje a procuradora-geral da República, que lhe "confirmou" que a lista de vítimas do incêndio de Pedrógão Grande está abrangida pelo segredo de justiça e que a sua divulgação depende do Ministério Público.

Esta posição consta de uma nota enviada à comunicação social pelo gabinete do primeiro-ministro, António Costa, a propósito da lista de vítimas resultantes do incêndio de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, em junho passado.

"Relativamente às solicitações que têm vindo a ser formuladas para que o Governo divulgue a lista de vítimas do incêndio de Pedrógão Grande cumpre esclarecer o seguinte: no dia 14 de julho o Instituto Nacional de Medicina Legal foi notificado pelo Ministério Público de que o processo das vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande se encontrava em segredo de justiça", lê-se no comunicado.

De acordo com a mesma nota, o primeiro-ministro "contactou hoje a sra. procuradora-geral da República que confirmou que o segredo de justiça abrange a lista das vítimas".

"Como decorre da lei, a divulgação da lista de vítimas será feita pelo Ministério Publico se e quando o considerar adequado", acrescenta-se no texto.

+ notícias: País

Colisão entre carro e mota provoca um morto em Aveiro

Uma colisão entre um veículo ligeiro e um motociclo provocou este domingo uma vítima mortal na EN109, junto à pastelaria Ribas Parque, em Ílhavo, Aveiro, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo.

Portugal teve um dos episódios mais graves de poluição do ar

Portugal registou um dos episódios mais graves de poluição do ar de 06 a 17 de outubro, conjugando meteorologia, partículas do norte de África e incêndios, com ultrapassagens dos limites em várias regiões, segundo o especialista Francisco Ferreira

Incêndios: Das 44 vítimas mortais, cinco estão por identificar

Cinco das 44 pessoas que morreram nos incêndios florestais que deflagraram há uma semana, em várias zonas do país, estão ainda por identificar, revelou hoje o Instituto Nacional de Medicina Legal (INML).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"