Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Fogo de Alijó reduzido de quatro para duas frentes ativas

Fogo de Alijó reduzido de quatro para duas frentes ativas
| Norte
Porto Canal

As frentes do incêndio de Alijó, no distrito de Vila Real, foram reduzidas de quatro para duas, ao final da manhã de hoje, com a situação a "correr favoravelmente", informou o comandante operacional no terreno.

Pedro Nunes deu conta, por volta das 12:00, de que o incêndio, que começou na madrugada de domingo, tem duas frentes ativas, em Agrelos e Carlão.

O dispositivo no terreno mantém-se desde o início da manhã, com quatro aviões pesados e dois helicópteros ligeiros, estando previsto o reforço dos meios aéreos com o Canadair espanhol.

No terreno encontram-se cerca de 450 operacionais apoiados por cerca de 140 veículos e oito máquinas de rasto e pelotões do exército.

O fumo que envolvia zona pela manhã começou a dissipar-se.

Relativamente aos prejuízos causados pelo incêndio, o comandante operacional disse hoje, de manhã, que é uma avaliação que ainda não está feita e as "situações estão monitorizadas e avaliadas pelo serviço municipal de Proteção Civil".

Ao longo da manhã, a Lusa ouviu várias pessoas que afirmaram terem perdido tudo nas propriedades agrícolas, desde vinha a castanheiro, pinheiros, numa zona que vive da agricultura.

+ notícias: Norte

Um ferido grave em explosão pirotécnica em Felgueiras

Um homem de 29 anos ficou esta sexta-feira com ferimentos graves, após a explosão de um engenho pirotécnico na exploração agrícola onde estava a trabalhar, junto ao largo da igreja de Unhão, em Felgueiras, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras.

Atualizado 18-08-2017 16:03

Banhos temporariamente desaconselhados em Vila Praia de Âncora devido a suspeita de água imprópria

Os banhos na água balnear de Vila Praia de Âncora foram temporariamente desaconselhados até serem conhecidos os resultados das análises que estão a ser realizadas esta sexta-feira, avança a Câmara Municipal de Caminha em comunicado.

Homem de 30 anos em estado grave após queda de uma árvore em Vila Flor

Um homem de 30 anos ficou esta sexta-feira com ferimentos graves após cair de uma árvore, junto à barragem de Mourão, em Vila Flor, Bragança, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Vila Flor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...