Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Um fogo dominado em Mangualde, dois continuam ativos

| País
Porto Canal com Lusa

Dois dos três incêndios que deflagraram na tarde de domingo no concelho de Mangualde, distrito de Viseu, continuam ativos, enquanto o terceiro está em resolução, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

Continuam a lavrar os fogos em Abrunhosa-a-Velha e em Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, mas a situação está a evoluir favoravelmente, adiantou, pela 01:10, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

O fogo em Abrunhosa do Mato, na freguesia de Cunha Baixa, que deflagrou pelas 16:06, está em resolução e “sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido”, mantendo-se no local cerca de 90 operacionais e 27 viaturas.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na internet, pela 01:30, os incêndios em Abrunhosa-a-Velha e em Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, mantinham-se ativos, mobilizando então um total de 360 operacionais, apoiados por 107 veículos.

De acordo com a ANPC, os três incêndios começaram num intervalo de tempo curto - de 17 minutos -, entre as 15:52 e as 16:09, nas freguesias de Abrunhosa-a-Velha, de Cunha Baixa e de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães.

+ notícias: País

Milhares de sites ensinam crianças a fingirem doenças para faltar às aulas

Milhares de páginas na internet ensinam truques às crianças para enganar os pais e faltar às aulas: fingir dores de barriga, inventar problemas de pele ou fazer vomitado falso são algumas das dicas.

Farmacêuticos do SNS desmarcam greve de três dias

Os farmacêuticos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) desmarcaram este sábado a greve de três dias que começava no domingo, devido ao acordo alcançado hoje com o Ministério da Saúde, anunciou o sindicato do setor.

Portugal vai ter meios aéreos de combate a incêndios durante todo o ano

O Governo quer equipas de intervenção permanente em todos os corpos de bombeiros no próximo ano. Esta novidade foi avançada esta sexta-feira, em Baião, e surge numa altura em que também se ficou a saber que Portugal vai ter, pela primeira vez, meios aéreos de combate a incêndios florestais durante todo o ano.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.