Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Cerca de 150 operacionais vão reforçar combate ao fogo de Alijó

| Norte
Porto Canal com Lusa

Alijó, Vila Real, 17 jul (Lusa) -- Cerca de 150 bombeiros vão reforçar o combate ao incêndio que deflagrou em Vila Chã, Alijó, distrito de Vila Real, onde estão mobilizados 330 operacionais, e as pessoas que foram retiradas das aldeias por precaução já regressaram a casa.

O comandante distrital de operações de socorro de Vila Real, Álvaro Ribeiro, fez um ponto da situação do fogo que já lavra há cerca de 24 horas e referiu que, no terreno, estão 330 operacionais e 92 veículos.

O fogo avança em três frentes e, segundo o responsável, cerca das 01:00 não havia aldeias em perigo. As atenções concentram-se nas áreas das aldeias de Carlão, Pegarinhos e Santa Eugénia.

De acordo com o comandante distrital, que falava aos jornalistas no posto de comando, durante a noite o combate vai ser reforçado com cinco grupos, de cerca de 30 elementos cada, provenientes da zona sul do país e de Viana do Castelo.

No terreno estão também quatro máquinas de rasto e, durante o dia, serão deslocadas mais quatro para ajudarem nas operações de combate às chamas.

"Estamos em crer que durante a noite, face a condições favoráveis, nós teremos condições para dar o incêndio como dominado", afirmou Álvaro Ribeiro.

O comandante distrital referiu ainda que as cerca de 30 pessoas, principalmente idosos e crianças, que foram retiradas das aldeias de Chã, Vila Chã e Casas da Serra, já regressaram às suas casas.

O responsável adiantou que uma casa de habitação foi atingida pelas chamas, que queimaram ainda alguns armazéns de arrumos e agrícolas.

Quanto às falhas de comunicação, Álvaro Ribeiro disse que o elevado número de chamadas provocou "alguns tempos de falha de comunicações, mas nunca inviabilizaram as comunicações entre as equipas, posto de comando e sectores".

"Quando percebemos que havia um grande tráfego pedimos um reforço e o reforço está aí e o objetivo é que a rede possa responder a este grande fluxo de comunicações", salientou.

Para o terreno, foi mobilizada uma carrinha com dispositivo SIRESP.

O alerta para o incêndio de Vila Chã foi dado cerca das 02:00 de domingo, o fogo chegou a ser dado como dominado ao início da tarde, mas verificou-se, depois, uma forte reativação.

Durante a noite, o posto de comando instalado no santuário da Nossa Senhora da Piedade, em Sanfins do Douro, vai ser transferido para o aeródromo da Chã.

PLI // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Vila Nova de Cerveira fecha fontanários públicos para poupar água

A Câmara de Vila Nova de Cerveira encerrou, temporariamente, todos os fontanários públicos existentes no concelho face à situação de seca severa e extrema que o país atravessa, informou hoje aquela autarquia do Alto Minho.

Bactéria e-coli estará na origem de morte de menina da Maia

Foi a bacteria e-coli que provocou a morte da menina de sete anos da escola da Maia. A confirmaçao é da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, que explica tratar-se de uma bactéria contraida a partir de um alimento. Não se sabe se terá sido ou nao na escola, mas certo é que no estabelecimento já há pais a dizer que não voltam a dar comida da cantina aos filhos.

Denúncias revelam más condições do serviço de neurocirurgia do hospital de S. João

A falta de condições no serviço de neurocirurgia do Hospital de São João, no Porto, que há 10 anos funciona em contentores terá levado o diretor do serviço Rui Vaz a apresentar a demissão. Os profissionais falam em condições indignas para utentes que convivem alegadamente lado a lado com baratas, moscas e ratos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS