Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Estação móvel de comunicações a caminho de Alijó por falhas no SIRESP

| Norte
Porto Canal com Lusa

Uma estação móvel de comunicações está a caminho de Alijó, distrito de Vila Real, para resolver "falhas pontuais que têm sido sentidas" hoje na rede de comunicações de emergência SIRESP, disse à Lusa a adjunta nacional da Proteção Civil.

Patrícia Gaspar disse à agência Lusa que "as comunicações durante estas falhas foram asseguradas através da Rede Operacional dos Bombeiros (ROB)", um procedimento previsto.

"Quando se estabelece um plano de comunicações num teatro de operações, nunca é feito com exclusividade à rede SIRESP", integrando-se também a ROB, esclareceu.

A estação móvel, que estava estacionada de prevenção no Porto, foi enviada para o combate ao incêndio de Alijó cerca das 18:00 e deverá chegar em breve ao teatro de operações, disse Patrícia Gaspar ao início da noite.

O incêndio na localidade de Vila Chã, concelho de Alijó, começou às 01:55 de hoje e depois de estar dado como dominado reativou-se.

Pelas 20:50 era combatido por 323 bombeiros, apoiados por 97 viaturas e oito meios aéreos.

Crianças e idosos foram retirados da aldeia de Chã, por precaução.

+ notícias: Norte

Rui Moreira diz saber da reativação dos radares na VCI pela Comunicação Social

O presidente da Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira, disse ter sabido pela Comunicação Social de que o excesso de velocidade detetado pelos radares da Viatura de Cintura Interna (VCI) vai traduzir-se em multas nas próximas semanas.

PS do Porto reúne partido e amigos de Arnaut para uma última homenagem

Todas as sedes do Partido Socialista estão, esta segunda-feira, com bandeira a meia haste devido ao falecimento de António Arnaut. No Porto, várias figuras ligadas ao Partido e à Saúde reuniram-se para prestar uma última homenagem ao "pai" do Serviço Nacional de Saúde.

Juiz de Famalicão alega descontextualização das mensagens que enviou à ex-mulher

Um juiz de Famalicão acusado de violência doméstica, por causa das "repetidas" injúrias, ameaças e expressões ofensivas que alegadamente dirigiu à ex-companheira por SMS e 'email', assumiu esta segunda-feira a autoria das mensagens mas alegou que as mesmas foram descontextualizadas.

Atualizado 22-05-2018 16:23

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS