Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Candidato do BE à Câmara da Guarda defende aposta no bioclimatismo

Candidato do BE à Câmara da Guarda defende aposta no bioclimatismo
google maps
| Política
Porto Canal com Lusa

O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara da Guarda nas eleições de 01 de outubro defende que a cidade mais alta do país deve voltar a apostar no bioclimatismo, rentabilizado as potencialidades ambientais.

Jorge Mendes disse na sexta-feira à noite, na sessão de apresentação dos candidatos à autarquia, à Assembleia Municipal e à presidência da Freguesia da Guarda, que durante a campanha eleitoral irá defender o retomar do projeto "Guarda cidade bioclimática".

Segundo o candidato e ex-presidente do Instituto Politécnico da Guarda, a temática do bioclimatismo já esteve "em cima da mesa durante vários anos", mas foi abandonada e "ninguém sabe porquê".

"É um projeto que, se for bem trabalhado, pode e vai trazer certamente muito emprego", apontou o candidato do BE.

Jorge Mendes também defendeu a instalação da GNR em outro local e a construção, no espaço do atual quartel, no centro da cidade, de um centro de eventos ou pavilhão multiúsos.

Disse ainda que o programa eleitoral que vai apresentar ao eleitorado terá propostas sobre educação, turismo, lazer e património, políticas sociais, cultura, recuperação urbana e ambiente e sustentabilidade, entre outras.

Em relação a objetivos, o candidato disse que o BE "tem oportunidade real de eleger um vereador e de eleger mais deputados municipais".

O BE nunca esteve representado no executivo municipal da Guarda e, no atual mandato, possui dois deputados na Assembleia Municipal.

O candidato à presidência da Assembleia Municipal pelo BE é Marco Loureiro, coordenador distrital do partido na Guarda e atual deputado na Assembleia Municipal.

Marco Loureiro vaticinou na sua intervenção que no dia 01 de outubro o partido terá a "maior vitória de sempre: será a eleição, pela primeira vez, de um vereador" e, na Assembleia Municipal, em vez de dois deputados, quer que sejam "mais de três" ou "mais de quatro".

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do BE na Assembleia da República marcou presença na sessão, onde disse que as eleições autárquicas "são das eleições mais interessantes", porque são as que envolvem mais pessoas em todo o país.

"São as mais ricas, porque têm mais diversidade e são também as mais próximas" dos eleitores, disse o responsável.

Nas eleições autárquicas de 2013, o social-democrata Álvaro Amaro conquistou ao PS a presidência da Câmara que era gerida por este partido desde as primeiras eleições autárquicas (1976).

O atual executivo municipal da Guarda é presidido por Álvaro Amaro (PSD/CDS-PP), ocupando a coligação cinco mandatos autárquicos e o PS os outros dois.

O autarca social-democrata vai concorrer ao segundo mandato pelo PSD, o PS candidata Eduardo Brito, Carlos Adaixo é o candidato da coligação "Guarda em Primeiro" (CDS-PP, MPT e PPM) e Carlos Canhoto lidera a candidatura da CDU.

+ notícias: Política

Municípios rejeitam propostas de habitação do Governo

A direcão da Associação Nacional de Municípios rejeitou duas das propostas do Governo para a habitação apresentadas esta semana, o programa 1º Direito e o Programa Arrendamento Acessível. É que apesar das autárquias quererem ter mais competências nesta matéria avisam que são necessárias as devidas e proporcionais transferências financeiras.

Governo investe 70 milhões em 303 projetos de valorização turística do interior

O Governo vai investir 70 milhões em 303 projetos de valorização turística do interior. O anúncio foi feito por Caldeira Cabral durante a assinatura de projetos apoiados pelo programa valorizar na região centro.

Tiago Brandão Rodrigues nega ilegalidades no concurso extraordinário de professores

O Ministro da Educação nega ilegalidades no concurso extraordinário de professores. A propósito das críticas da FENPROF sobre o concurso Tiago Brandão Rodrigues diz que houve negociação e que "legalmente foi tudo acautelado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.