Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Autocarro da Resende incendeia-se em Matosinhos sem causar feridos

| Norte
Porto Canal com Lusa

Um autocarro da empresa Resende incendiou-se hoje em Matosinhos, mas sem causar feridos, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Leixões.

Segundo a mesma fonte, o alerta terá sido dado pelas 19:15 e uma equipa daquela corporação de bombeiros está no local a averiguar a situação.

Em outubro de 2016, um acidente com um autocarro da mesma operadora privada resultou resultou uma vítima mortal e quatro feridos graves. O autocarro despistou-se na avenida Engenheiro Duarte Pacheco, em Matosinhos, e embateu na paragem da estação de metro, num autocarro e num automóvel.

Cerca de um mês depois, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) divulgou ter realizado uma fiscalização a viaturas de transporte público em Matosinhos, nove dos quais ficaram com documentos apreendidos.

+ notícias: Norte

Perto de dois mil motociclistas desfilam nas ruas do Porto em protesto

Perto de dois mil motociclistas protestaram este domingo no Porto contra medidas anunciadas pelo Governo sobre inspeções e cartas de condução, num desfile de cerca de 12 quilómetros e duas horas, que começou pelas 16h00, revelou à Lusa a PSP.

Centenas de jovens agricultores queixam-se de falta de apoio e investimento do Governo

Centenas de jovens agricultores estão há três anos à espera de financiamento para projectos já aprovados no âmbito do Plano de Desenvolvimento Rural 2020, sendo que um dos sectores com mais atrasos é o da produção de leite. O Norte do país não é excepção e queixa-se de falta de apoio e investimento por parte do Governo.

Especialistas defendem castração química para agressores sexuais

Vários especialistas defendem a castração química para os agressores sexuais em Portugal. Este tratamento ajuda a diminuir o desejo sexual e só pode ser aplicado com o consentimento do agressor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS