Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Pedrógão Grande: Marcelo mais esperançado no controlo dos incêncios

| País
Porto Canal com Lusa

Góis, Coimbra, 19 jun (Lusa) -- O Presidente da República visitou hoje à tarde quatro postos de comando dos bombeiros na zona de Pedrogão Grande e, no final, estava mais esperançado que seria possível controlar os incêndios que fizeram 63 mortos desde sábado.

Marcelo Rebelo de Sousa estava em Góis, o último posto de comando dos bombeiros que visitou durante a tarde e que o levou a fazer mais de 120 quilómetros entre Avelar (Ansião), Figueiró dos Vinhos, Serra de São Macário (Cernache do Bonjardim) e Góis debaixo de temperatura sempre superior a 35º Celsius.

"O balanço é genericamente mais positivo do que aquilo que esperava", afirmou Marcelo, gravata preta, semblante algo carregado, que o acompanhou durante o dia, tendo a seu lado a ministra da Administração Interna, Constança Urbana de Sousa, com colete azul e laranja, da Proteção Civil.

Depois de começar esta visita às zonas afetadas pelos incêndios, em Avelar, Ansião, Marcelo tinha perspetivas "mais favoráveis".

NS // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Ferroviários fazem greve em 04 de junho contra agente único nos comboios

Os trabalhadores ferroviários da CP, Medway e Takargo vão estar em greve no dia 04 de junho contra a possibilidade de circulação de comboios com um único agente, foi hoje divulgado pelos sindicatos subscritores do pré-aviso.

Trabalhadores da Efacec em protesto contra despedimento coletivo

Os trabalhadores da Efacec estão, esta quarta-feira, em greve como forma de protesto contra o despedimento coletivo em curso. Os funcionários exigem ao Governo que trave o processo uma vez que a empresa aumentou os lucros em três milhões de euros no último ano e anunciou a contratação de 700 trabalhadores.

Centro Hospitalar Tondela-Viseu incapaz de receber novos doentes oncológicos a partir de 15 de junho

A Ordem dos Médicos denunciou hoje que o Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) vai deixar de receber novos doentes oncológicos a partir de 15 junho, o que classifica de "enorme gravidade".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.