Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

União Europeia poderá comparticipar até 95% da reconstrução de Pedrógão Grande

União Europeia poderá comparticipar até 95% da reconstrução de Pedrógão Grande
| País
Porto Canal com Lusa

O vice-presidente da Comissão Europeia Jyrki Katainen afirmou esta segunda-feira que a União Europeia poderá comparticipar até 95% das despesas de reconstrução na sequência dos mortíferos incêndios que lavram no centro de Portugal.

À chegada a Lisboa, o vice-presidente para o Emprego, Crescimento, Desenvolvimento e Competitividade afirmou que o incêndio que deflagrou no sábado no concelho de Pedrógão Grande, distrito de Leiria, e fez até agora 63 mortos e 135 feridos, é uma "tragédia humana comovente" e que os europeus estão solidários com Portugal.

"Se houver necessidade, há o Fundo de Solidariedade Europeu que permite usar fundos estruturais e a União Europeia poderá comparticipar 95% para a reconstrução", afirmou, ressalvando que por agora importa concentrar todos os esforços para apagar os fogos que ainda lavram.

Jyrki Katainen afirmou ainda que o mecanismo europeu de proteção civil "funciona, e bem" e poderá ser usado para coordenar ajudas dos outros estados membros a Portugal para combater os incêndios.

O fogo, que deflagrou às 13:43 de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e entrou também no distrito de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã.

O último balanço dá conta de 63 mortos civis e 135 feridos. Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

Além de Pedrógão Grande, existem quatro grandes fogos a lavrar nos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco, mobilizando um total de cerca de 2.150 operacionais, 654 veículos e 16 meios aéreos.

+ notícias: País

Liga Portuguesa Contra o Cancro teme que o 'Caso Raríssimas' afete a instituição

O 'escândalo da Raríssimas' pode afetar outras instituições portuguesas. Se por um lado a Liga Portuguesa Contra o Cancro teme que a instituição seja prejudicada, o Banco Alimentar acredita que vai ser feita justiça.

Português morre na colisão entre autocarro e comboio em França

Um cidadão português está entre as vítimas mortais da colisão entre um autocarro e um comboio, na quinta-feira, no sudoeste de França, disse à Lusa fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades.

Temperatura mínima desce entre 6 e 10 graus no sábado

O fim de semana vai ser marcado pela descida acentuada da temperatura mínima entre 6 e 10 graus Celsius, mas já não está prevista chuva, adiantou à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS