Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Pedrógão Grande: Ministro sublinha generosidade dos profissionais de saúde e setor social

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 18 jun (Lusa) -- O ministro da Saúde destacou hoje a "capacidade e generosidade notáveis" dos profissionais de saúde e da sociedade civil, no apoio às vítimas dos incêndios da zona de Pedrógão Grande.

Adalberto Campos Fernandes visitou hoje vários hospitais do país que estão a dar apoio a feridos e vítimas dos incêndios, considerando que a prestação de cuidados "está a funcionar bem".

"Tudo aquilo que é da responsabilidade da prestação de cuidados do Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a funcionar e está a funcionar bem e vamos aguardar que estas vítimas, algumas em situação mais difícil, possam estabilizar e vir a recuperar", declarou à agência Lusa.

O ministro da Saúde diz que tem recebido contactos de várias ordens profissionais ligadas à saúde, a disponibilizarem ajuda de profissionais, como a Ordem dos Enfermeiros e dos Médicos Dentistas, psicólogos ou assistentes sociais.

"Tem sido notável, ao longo do dia, a capacidade e generosidade da sociedade civil, das ordens profissionais, da União das Misericórdias Portuguesas. Queria sublinhar aquilo que é a riqueza maior deste país. Além da resposta pública, aquilo que tem sido a cooperação com o setor social, com as associações profissionais", afirmou.

Para Campos Fernandes, "é um privilégio trabalhar num país que gera respostas" deste tipo, "uma corrente de solidariedade que está a surtir bons resultados" para tentar minorar o "imenso sofrimento a que foi exposto um conjunto muito grande de portugueses".

O ministro elogia a atitude dos profissionais de saúde e do setor social, mas não se mostra surpreendido: "Só que não conhece o setor pode ficar surpreendido. Temos de sublinhar esta generosidade, de profissionais de saúde, de psicólogos, de assistentes sociais, do setor social, como a União das Misericórdias, que tem tido um papel importantíssimo".

ARP // MAG

Lusa/fim

+ notícias: Política

EMA: uma história de manobras de poder que pode 'sorrir' ao Porto

O Porto é candidata a receber a sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla original) depois de muitas pressões políticas que levaram o Governo a recuar na decisão de candidatar Lisboa.

Governo diz que compromisso com professores é financeiramente sustentável

O Governo congratulou-se com o acordo alcançado com os sindicatos da educação para a reposição salarial do tempo de serviço congelado e diz que o compromisso assinado traduz "um modelo responsável, financeiramente sustentável".

OE2018: Partidos apresentam mais de 600 propostas de alteração

Os grupos parlamentares apresentaram na sexta-feira mais de 600 propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), sendo o PCP o mais ativo (mais de 120 registos) e o PEV o que apresentou menos medidas (30).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS