Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Presidente da Câmara de Pedrógão afirma que mais de 95% da floresta do concelho ardeu

Presidente da Câmara de Pedrógão afirma que mais de 95% da floresta do concelho ardeu
| País
Porto Canal com Lusa

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Antunes, disse este domingo à agência Lusa que 95% da floresta ardeu e que, ao nível de infraestruturas, o concelho está "a zero".

"Não há uma previsão [da área ardida], mas para mim ardeu tudo. Temos mais de 95% da floresta ardida. O concelho ardeu", afirmou.

O autarca adiantou ainda que o concelho de Pedrógão Grande ficou "a zero" ao nível das infraestruturas na sequência do incêndio que deflagrou sábado e alastrou para os concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, causado pelo menos 61 mortos.

"Com o calor, as máquinas de rasto arrancaram-nos o alcatrão", frisou.

Já em relação à vinda do primeiro-ministro António Costa a Pedrógão Grande, Valdemar Antunes mostrou-se sensibilizado: "O primeiro-ministro veio trazer o apoio do Governo. Não foi só o primeiro-ministro. Foi uma das coisas que me comoveu. O Governo está consciente da gravidade da situação", concluiu.

O fogo, que causou pelo menos 61 mortos e mais de 50 feridos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, Pedrógão Grande, e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações e deixando-as isoladas.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da ANPC, as chamas mobilizavam às 16:45 de hoje 782 operacionais, 242 veículos e seis meios aéreos.

+ notícias: País

Trabalhadores do Minipreço em greve contra "discriminação salarial e o assédio moral"

Os trabalhadores dos supermercados Minipreço estão em greve, contra a discriminação salarial e o assédio moral existentes na empresa. Os funcionários concentraram-se na manhã desta sexta-feira à porta do armazém em Valongo.

Governo decreta dia de luto nacional na sexta-feira pelas vítimas da queda de árvore na Madeira

O Governo decretou dia de luto nacional na sexta-feira "pela perda irreparável de vidas humanas" na queda de uma árvore no Largo da Fonte, nas festividades de Nossa Senhora do Monte, na Madeira.

Sete meios aéreos combatem dois fogos no distrito de Viseu

Sete meios aéreos e cerca de 250 operacionais estão esta quinta-feira à tarde a combater dois incêndios no distrito de Viseu, nos concelhos de Castro Daire e de Resende, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...