Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Pedrógão Grande: Prioridade tem de ser dada ao combate ao incêndio e identificação das vítimas -- Costa

| Política
Porto Canal com Lusa

Pedrógão Grande, Leiria, 18 jun (Lusa) -- O primeiro-ministro defendeu hoje que a prioridade tem de ser o combate ao incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, que causou pelo menos 62 mortos, e a identificação das vítimas, admitindo que o número possa ainda subir.

"Chegará o momento de apurar o que aconteceu", afirmou António Costa, à entrada de uma reunião na Câmara Municipal de Pedrógão Grande (distrito de Leiria), salientando que sábado foi "um dia de risco, com mais de 156 incêndios".

Para o primeiro-ministro, a prioridade tem de ser dada ao combate aos incêndios que estão ativos e à identificação das vítimas, tendo referido: "não só as encontradas como as que porventura ainda iremos encontrar".

O chefe do executivo salientou ainda que existem zonas do terreno ainda inacessíveis devido ao incêndio que continua a lavrar com violência.

Por outro lado, destacou, há outras prioridades atualmente como prevenir o que poderá acontecer hoje à tarde -- com previsões de condições climatéricas semelhantes às de sábado -- e começar a trabalhar com os presidentes de Câmara.

"É isso que venho aqui fazer, para começar a dar a resposta às populações em termos de alojamento de emergência, em termos de assegurar rendimento, restabelecimento das produções e infraestruturas", afirmou António Costa, que será acompanhado nesta reunião pelo secretário de Estado da Segurança Social, pelo ministro da Agricultura e pelo ministro do Planeamento.

SMA/CAYC // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Miguel Guimarães diz que a solução para os atestados médicos está nas mãos do Governo

Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos, afirma que a solução para a emissão os atestados eletrónicos, que permitem renovar a carta de condução, por parte dos médicos está nas mãos do Governo e já está atrasada "pelo menos dois meses".

BE adverte que travar plantação de eucalipto está agora nas mãos das autarquias

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) afirmou hoje que o trabalho para travar a plantação do eucalipto “não está feito”, advertindo que compete agora às autarquias decidir que áreas podem ter, ou não, essa espécie.

Caldeira Cabral diz que todas as empresas que gerem emprego são bem-vindas

O Ministro da Economia diz que todas as empresas que gerem emprego são bem-vindas em Portugal. Caldeira Cabral respondeu assim ao cofundador da Altice, que se queixou que o Governo "não vê a importância" do investimento do grupo francês em Portugal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS