Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Primeiro-ministro expressa pesar pelas vítimas de Pedrógão Grande e diz que será decretado luto nacional

Primeiro-ministro expressa pesar pelas vítimas de Pedrógão Grande e diz que será decretado luto nacional
| Política
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro manifestou este domingo o seu pesar pelas vítimas do incêndio registado no distrito de Leiria, que matou pelo menos 24 pessoas, e afirmou que no momento próprio será decretado o luto nacional.

"Queria, naturalmente, manifestar pesar por estes falecimentos, em particular às famílias que estejam enlutadas nesta tragédia, que nos comove, naturalmente, e que nos choca a todos pela sua dimensão", declarou António Costa, na sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Oeiras, distrito de Lisboa.

Em resposta aos jornalistas, o primeiro-ministro adiantou que "com certeza que o luto nacional será decretado, no momento próprio", mas considerou que "não será seguramente o momento próprio enquanto não estiverem apuradas totalmente as circunstâncias e as consequências".

Questionado se irá ao local deste incêndio no distrito de Leiria, que começou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, respondeu: "Se for necessário, irei".

O primeiro-ministro referiu que se encontra no local o secretário de Estado da Administração Interna, que a ministra da Administração Interna também se mantém na região e que o Presidente da República já visitou o local.

António Costa tem estado em contacto com os autarcas dos concelhos afetados.

"Tenho-me mantido em contacto e, se for necessário, irei", acrescentou.

+ notícias: Política

Costa promete abertura a regime ágil para compensar famílias das vítimas

O primeiro-ministro prometeu hoje abertura à existência de um mecanismo "ágil" para compensar as famílias das vítimas dos incêndios florestais e frisou que o seu executivo assumirá "todas as responsabilidades que tiver de assumir".

Deputados aprovam entrada de animais de estimação em restaurantes e cafés

O Parlamento aprovou a entrada de animais em restaurantes e cafés. Os projectos do PAN, do Bloco de Esquerda e os Verdes serão agora discutidos na especialidade que vai decidir as condições em que os estabelecimentos poderão aceitar os animais.

Rui Rio nega ter defendido governo de Bloco Central com o PS

O candidato à liderança do PSD Rui Rio negou hoje ter defendido um governo de Bloco Central com o PS, mas reiterou a importância de pactos de regime que coloquem "o interesse do país à frente dos interesses dos partidos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"