Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Onze distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio

Onze distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio
| País
Porto Canal com Lusa

Onze distritos do país estão este domingo em risco 'máximo' de incêndio, segundo informação disponível na página da Internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

No norte do país estão em risco 'máximo' de incêndio mais de meia centena de concelhos dos distritos de Vila Real, Guarda, Bragança, Coimbra, Viseu, Castelo Branco, Leiria, Portalegre, Santarém, Beja e Faro.

O resto do interior norte e centro do país estão com um risco 'muito elevado' de incêndio e a maioria da região do Alentejo encontra-se em risco 'elevado'.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre 'reduzido' e 'máximo'.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

+ notícias: País

A25 cortada nos dois sentidos entre Viseu e Mangualde devido aos incêndios

A autoestrada A25 encontra-se cortada nos dois sentidos entre Viseu e Mangualde, devido a um incêndio em mato que deflagrou hoje à tarde, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Fogo de Vila Velha de Ródão destruiu flora que pode levar 200 anos a recuperar

A associação ambientalista Quercus disse hoje que o incêndio que atingiu o monumento natural de Portas de Ródão, no concelho de Vila Velha de Ródão, destruiu flora única, como o zimbro, que pode levar 200 anos a recuperar.

Circulação restabelecida na A23, 1.600 operacionais no terreno

A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã de hoje depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que no total mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS