Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Músico Omar Souleyman apresenta hoje em Gaia novo álbum, "uma prenda para os sírios"

| Norte
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto, 17 jun (Lusa) - O músico sírio Omar Souleyman atua, hoje, no palco Zé da Micha do fórum internacional "Gaia todo um Mundo", onde apresenta seu novo álbum que define como um presente para o povo sírio.

O seu novo trabalho, "To Syria, With Love", é uma viagem aos sons eletrónicos árabes, numa mistura entre música 'techno' e a famosa 'dabke', classificado pelo próprio como "um presente" do seu coração para os sírios, embora não haja sentimentos de "nostalgia ou desamparo".

"Sim, há muita dor e reflexão sobre aquilo que se está a passar [no país], mas há também muitos temas bonitos nas letras e músicas do álbum", disse o músico à agência Lusa, acrescentando ainda que os sírios são "um povo que tenta manter-se positivo em todas as situações".

Ainda assim, Omar Souleyman afirmou que o disco não é uma mudança na maneira de fazer música, porque quer permanecer imutável no estilo, sem abordar política nas letras, compostas por um contribuidor de longa data, o poeta Shawah Al Ahmad.

"As letras neste álbum são sobre a minha casa, a minha terra e não há qualquer referência a política. Isto é apenas poesia sobre a nossa tristeza coletiva e saudade de casa", explicou.

Nascido no nordeste da Síria, onde a diversificação se faz sentir devido à presença de comunidades sunitas, curdas, árabes e turcas, Omar Souleyman não crê que este fator contribua para a sua música, mas apenas a sua "realidade".

"Foi onde vivi, trabalhei e me tornei um músico. Tive a oportunidade de cantar em casamentos de todas as fações e isso deu-me oportunidade de me adaptar ao estilo de toda a gente. Mas tenho o meu próprio estilo dentro da música, que é apenas tradicional", apontou.

Foi nos anos de 1990, sobretudo em casamentos, que o músico começou a sua carreira. Começou por gravar cassetes com as suas atuações ao vivo, que oferecia aos casais, e, posteriormente, colocava à venda em quiosques locais.

Depois de ter sido descoberto por um músico californiano, que mais tarde conseguiu distribuir as compilações através de uma editora independente norte-americana, a notoriedade internacional de Souleyman ultrapassou a que tinha no seu próprio país, o que lhe abriu as portas dos maiores palcos internacionais.

Acabou assim por se mudar para a Turquia, não para "fugir" da Síria, mas sim porque tem de viajar constantemente e, no seu país, "não há voos internacionais desde 2012".

Recusa ver-se a si próprio como uma influência, ou bastião cultural. Omar Souleyman é apenas e só um músico.

"Posso ser sírio, mas não é isso que me define inteiramente. Sou como toda a gente: igual".

AXYG // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Insólito: Muro tapa acesso de casa a morador de Ponte da Barca

Na freguesia de Lindoso, em Ponte da Barca, um morador viu o único acesso que tem para entrar em casa de carro ser vedado com a construção de um muro pela Junta de Freguesia.

Várias aldeias de Arcos de Valdevez em risco de ficar sem água nas torneiras

Em Arcos de Valdevez, na freguesia de Soajo, há lugares e aldeias que estão a ficar sem água nas torneiras. A Câmara Municipal está a abastecer os reservatórios recorrendo a camiões cisterna para tentar resolver a situação.

Uma casa ardeu em Braga e um hotel foi evacuado

Uma casa ardeu em Braga e um hotel situado "no acesso à Falperra" foi evacuado, confirmou à Lusa fonte da Proteção Civil de Braga, que salientou que "não há feridos a registar" e que os meios "estão bem colocados".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"