Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Comemorações oficiais arrancaram no Porto com içar da bandeira nacional

Comemorações oficiais arrancaram no Porto com içar da bandeira nacional
| Norte
Porto Canal com Lusa

As comemorações oficiais o Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas arrancaram hoje às 10:30, no Porto, com o içar da bandeira nacional na Praça General Humberto Delgado, na presença do Presidente da República.

Recebido com aplausos de cerca de uma centena de populares, o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou às 10:30 junto da estátua de Almeida Garrett, em frente aos Paços do Concelho, para onde estava marcado o primeiro momento oficial do dia em que as celebrações do 10 de Junho vão levar o Presidente da República a pelo menos sete atos públicos no Porto, cidade que há 11 anos já tinha recebido o evento.

O Presidente da República recebeu honras militares pela Guarda de Honra, composta por cadetes da Academia da Força Aérea, e ouviu o hino nacional executado pela Banda da Força Aérea, enquanto a bandeira nacional foi içada bem no centro da Praça General Humberto Delgado, junto à Câmara do Porto, numa cerimónia a que assistiram dezenas de pessoas, concentradas sobretudo na Avenida dos Aliados.

Na cerimónia de arranque das celebrações, Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido pelo ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, o presidente da Comissão Organizadora das comemorações, o investigador Sobrinho Simões, o vice-presidente do PSD Marco António Costa, o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Artur Pina Monteiro, os chefes do Estado-Maior da Força Aérea, Manuel Teixeira Rolo, do Exército, Frederico José Rovisco Duarte, da Armada, António Silva Ribeiro e o chefe do protocolo do Estado, António Almeida Lima.

No primeiro de três dias de celebrações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o chefe de Estado vai ainda visitar, pelas 10:40, as Atividades Militares Complementares em exibição na Avenida dos Aliados.

Aquele espaço do centro do Porto está transformado, até domingo, num quartel-general onde os três ramos das Forças Armadas (FA) -- Exército, Marinha e Força Aérea -- mostram capacidades e meios, desde um F-16 a uma lancha anfíbia, passando por uma escalada 'rappel'.

Com o programa oficial de hoje a terminar às 22:00, com fogo de artifício no Terreiro da Sé, Marcelo Rebelo de Sousa vai ainda inaugurar a exposição que assinala os 500 anos do Foral Manuelino do Porto, visitar a associação Somos Nós, participar na cerimónia de cumprimentos ao corpo diplomático e assistir ao Concerto de órgão comemorativo do Dia de Portugal.

+ notícias: Norte

Urgência de Amarante enfrentou dificuldades com número elevado de doentes

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHT) admitiu esta segunda-feira que a urgência do Hospital de Amarante enfrentou dificuldades com o número elevado de doentes em dezembro, apesar do reforço de meios.

Dezenas de moradores de Castelo de Paiva estão sem comunicações há três meses

Dezenas de moradores de Castelo de Paiva estão sem comunicações há três meses, altura em que a região foi afetada pelos incêndios. O problema tem causado inúmeros transtornos para os cidadãos e para algumas empresas que ficaram sem internet, telefone e televisão.

Jovem de 21 anos morre em colisão rodoviária em Braga

Uma jovem de 21 anos morreu ao final da tarde desta segunda-feira numa colisão rodoviária na EN205 em S. Paio de Arcos, Crespos, Braga, apurou o Porto Canal junto dos Bombeiros Sapadores de Braga.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.