Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Número de beneficiários de prestações de desemprego cai 13% em abril

Número de beneficiários de prestações de desemprego cai 13% em abril
| Economia
Porto Canal com Lusa

A Segurança Social pagou em abril deste ano prestações de desemprego a 211431 beneficiários, mais 173 beneficiários (0,10%) do que em março, mas menos 30738 (12,7%) face a abril de 2016, foi esta sexta-feira divulgado.

De acordo com dados estatísticos disponibilizados na página da Segurança Social na internet, no quarto mês deste ano foram processadas 211.431 prestações de desemprego, quando em março tinham sido processadas 211.258.

As prestações de desemprego incluem o subsídio de desemprego, o subsídio social de desemprego inicial e o subsequente, o prolongamento do subsídio social de desemprego e a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração.

De resto, no final de abril havia 1.070.529 titulares do abono de família, menos 5% face ao mesmo mês de 2016.

Os beneficiários de subsídio de doença ascenderam no período a 156.109, quase mais 20% do que em abril do ano passado.

Já o número de beneficiários de prestações de parentalidade avançou 17% em termos homólogos para 40.901 em abril.

O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) cresceu 2% para 214.220 e o número de beneficiários do Complemento Solidário para Idosos (CSI) também subiu 2% para 165.075.

Por fim, o número de beneficiários de Pensões de Velhice aumentou ligeiramente (0,3%) para 2.031.827.

+ notícias: Economia

Défice desce para 1,9% do PIB no primeiro semestre

O défice orçamental foi de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre deste ano, uma diminuição face aos 3,1% registados no período homólogo, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Calçado "sem género" português foi à conquista de Milão

A Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado acompanhou até Milão 96 empresas portuguesas. O Porto Canal descobriu empresas que seguiram a moda do sapato "sem género", um produto que tanto dá para homens como para mulheres. O mercado da moda agénero tem ganho espaço em todo o mundo e Portugal não fica atrás nas tendências.

Em Portugal há quase 260 mil pessoas com mais de 65 anos a trabalhar

Em Portugal há quase 260 mil pessoas com mais de 65 anos a trabalhar. São mais 42 mil do que no início do ano passado. Em Bragança, o Porto Canal encontrou o exemplo de uma porteira de 65 anos que garante que vai trabalhar enquanto puder.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...