Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Timor-Leste: Francisco Guterres Lu-Olo tomou posse como 4º Presidente desde restauração

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Díli, 19 mai (Lusa) - Francisco Guterres Lu-Olo tomou hoje posse como o quarto presidente desde a restauração da independência de Timor-Leste numa sessão solene do Parlamento Nacional realizada num recinto em Tasi Tolo, nos arredores de Díli.

"Juro, por Deus, pelo povo e por minha honra, cumprir com lealdade as funções em que sou investido, cumprir e fazer cumprir a Constituição e as leis e dedicar todas as minhas energias e capacidades à defesa e consolidação da independência e da unidade nacionais. Aos 20 dias do mês de maio, o Presidente da República Francisco Guterres Lu-Olo", disse, poucos minutos antes das 00:00 hora local de 20 de maio (16:00 de 19 de maio hora de Lisboa).

Lu-Olo, que venceu as eleições presidenciais de 20 de março, sucedeu a Taur Matan Ruak que completou cinco anos de mandato e é o sexto presidente de Timor-Leste, tendo em conta Francisco Xavier do Amaral, que proclamou a independência a 28 de novembro de 1975, e o seu sucessor Nicolau Lobato.

Depois, com toda a plateia em pé, ouviu-se o hino timorense, "Pátria, Pátria".

Adérito da Costa, presidente do Parlamento Nacional abriu a sessão solene às 23:40 locais, cabendo à deputada Fernanda Lay, secretária da mesa, a leitura do acórdão do Tribunal de Recurso que confirmou a vitória eleitoral.

"Em conformidade com os resultados provisórios do apuramento o candidato Francisco Guterres Lu-Olo obteve 57,1% dos votos validos pelo que (...) é eleito Presidente da República", nota o texto.

"Este tribunal delibera julgar válida esta votação para o Presidente da República realizada a 20 de março, e definitivos os resultados", refere o acórdão assinado a 30 de março.

A preparação para as cerimónias de hoje e envolveu dezenas de pessoas que criaram um cenário dominado pelas quatro cores da bandeira timorense, vermelho, amarelo, preto e branco.

No centro estava um grande mastro branco e em primeiro plano, atrás do mastro, uma pequena estrutura quadrada com a cadeira reservada para o Presidente Francisco Guterres Lu-Olo.

Atrás dessa está uma segunda estrutura onde está instalada a mesa da presidência do Parlamento Nacional, liderado Adérito Hugo da Costa, que abriu a sessão solene do plenário, transferido para Tasi Tolu para esta cerimónia.

Do seu lado esquerdo estava o Presidente da República cessante e do direito o Presidente eleito, Lu-Olo.

Voltados para essas duas estruturas estão cinco grandes tribunas, com capacidade total para cerca de 2.000 pessoas e onde estão os deputados, convidados de honra e representantes internacionais.

As restantes tribunas estão colocadas, duas de cada lado da principal, sendo ocupadas, numa delas, pelo Governo, e nas restantes por convidados especiais.

Afastadas da zona central estão zonas reservadas para o público em geral, que antes da cerimónia solene pôde acompanhar um concerto musical de várias horas que continuará durante a madrugada.

As cerimónias foram transmitidas em direto pela televisão nacional RTTL e pela estreante GMN TV, que deverá ser lançada na próxima semana e que é o primeiro canal generalista privado timorense.

Esta foi a terceira vez que um chefe de Estado timorense toma posse neste local e a esta hora, depois de Xanana Gusmão (que tomou posse há exatamente 15 anos) e Taur Matan Ruak (que tomou posse na mesma data em 2012).

José Ramos-Horta tomou posse em 2007, no mesmo dia, mas fê-lo na manhã do dia 20 no Parlamento Nacional.

Cerca de 200 efetivos PNTL e F-FDTL participaram na parada que acompanhou as cerimónias solenes de hoje, para as quais foi montado um grande dispositivo de segurança, que incluiu escoltas e acompanhamento a dezenas de delegações internacionais.

ASP // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Pelo menos 23 mortos em ataque contra autocarro de cristãos coptas no Egito

Pelo menos 23 pessoas morreram e 25 ficaram feridas hoje no Egito num ataque de homens armados a um autocarro que transportava cristãos coptas, informou o porta-voz do Ministério da Saúde, Khaled Mujahid.

Ex-primeiro-ministro grego Lucas Papademos ferido em explosão de engenho

O antigo primeiro-ministro grego, Lucas Papademos, ficou hoje ferido com gravidade após a explosão de uma carta armadilhada no interior do seu carro, que circulava no centro de Atenas, segundo autoridades locais.

Presidente do Brasil revoga decreto que autorizava uso de militares nas ruas de Brasília

O Presidente do Brasil, Michel Temer, revogou hoje um decreto que autorizava o uso de tropas das Forças Armadas em Brasília.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS