Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Parlamento agrava multas a quem estacionar em lugares de deficiente

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 19 mai (Lusa) -- O parlamento aprovou hoje dois projetos do BE que agravam as multas para o estacionamento abusivo em lugares reservados a deficientes e obriga as entidades públicas a ter estacionamento gratuito para estas pessoas.

Os textos finais dos projetos do Bloco de Esquerda foram aprovados por unanimidade pela Assembleia da República.

Para os bloquistas, a melhor forma de "acautelar os direitos destas pessoas" e garantir que "não continuam a ser alvo de abuso" é "consagrar com força de lei a obrigatoriedade de que as entidades públicas destinem lugares de estacionamento gratuitos para pessoas com deficiência".

Com a lei, estipula-se que as entidades públicas que não disponham de estacionamento para utentes devem assegurar a disponibilização na via pública de lugares reservados para pessoas com deficiência.

Noutra lei, altera-se o Código da Estrada para que passe a ser considerada "uma contraordenação grave a paragem e estacionamento em lugares reservados a pessoa com deficiência" por "quaisquer outros veículos que não os conduzidos por pessoa habilitada para tal".

A Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência determina que "os Estados Partes tomem medidas eficazes para garantir a mobilidade pessoal das pessoas com deficiência com a maior Independência possível".

NS (HN) // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Viana do Castelo e Cerveira exceções na proibição de fogo-de-artifício

Os concelhos de Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira, no Alto Minho, são exceção na proibição de lançamento de fogo-de-artifício até à próxima segunda-feira hoje decretada pelo Governo.

Marcelo promulga diploma do Governo que decreta hoje dia de luto nacional

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou o diploma do Governo que decreta esta sexta-feira dia de Luto Nacional, em memória das vítimas do acidente no Funchal, segunda a página da Presidência da República na Internet.

Lançamento de material pirotécnico está proibido - António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje que a declaração de calamidade pública com efeitos preventivos em vigor até segunda-feira às 24:00 proíbe a utilização de fogo-de-artifício ou de qualquer outro material pirotécnico.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...