Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Costinha recorda o dia que que Mourinho lhe disse: "a tua vida no Porto terminou"

| Desporto
Porto Canal (LRF)

Costinha, o antigo número 6 do FC Porto, revelou, esta quinta-feira em entrevista ao Porto Canal (parte 1 e parte 2), o dia em que José Mourinho lhe disse, depois de um empate frente ao CS Marítimo, que: "tu vais embora".

“Eu fazia anos no dia 1 (dezembro) e convidei todos os jogadores do FC Porto para jantar e nós jogávamos frente ao Marítimo no domingo. Acabou o jantar e disse que ia com os meus amigos de infância beber um copo e assumi que ia, que não me ia esconder, porque no dia seguinte ia treinar e no domingo ia jogar e queria ganhar”, explicou o antigo médio defensivo.

Costinha acrescentou ainda que não convidou nenhum dos seus colegas de equipa para esta saída uma vez que este não queria ser responsável por algum deles “ser apanhado na noite” uma vez que o “FC Porto sabia tudo” e acabaram todos por ir.

“Quando cheguei ao treino vejo o carro do Presidente (Jorge Nuno Pinto da Costa) estacionado à porta do Olival, havia qualquer coisa que não se tinha passado bem. O mister que raramente ia à cabine dos jogadores, começa a falar e aponta para mim e diz ‘tu és o responsável pelo empate com o Marítimo, levas o jogadores para a noite no teu aniversário e ficas a saber que se nós não conseguirmos ganhar o campeonato e a Liga dos Campeões a culpa é tua. E já disse ao presidente que tu vais embora e em janeiro já não te quero cá. E vais jogar em Madrid e não me importo que levas cartão amarelo porque como não estás cá em janeiro estou-me a borrifar, já falei com o presidente e a tua vida no Porto terminou", esclarece o antigo jogador.

Apesar desta chamada de atenção por parte de José Mourinho, Costinha explica que o treinador sempre o tratou bem e o incentivou nas suas acções e conclui que serviu de exemplo para os colegas pois “ele sabia" que nunca ia faltar ao treino, que ia treinar bem, que ia jogar bem mesmo com ele a dizer que "era um perneta" ou que "não valia nada".

"Essas coisas entram-me na cabeça mas não me fazem mossa, mentalmente sou forte. (…) Foi a mensagem que ele quis passar e usou alguém mentalmente forte, fez passar uma mensagem e resultou”, rematou o 'ministro'.

+ notícias: Desporto

Só três dos 76 árbitros ainda não pediram dispensa para jogos do fim de semana

Dos 76 árbitros dos campeonatos profissionais de futebol, incluindo auxiliares e estagiários, apenas três não pediram dispensa dos jogos do fim de semana, das I e II ligas, disse fonte ligada à arbitragem.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS