Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Presidente Xi diz que China está disposta a recuperar relação com Seul

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pequim, 19 mai (Lusa) -- O Presidente chinês assegurou hoje ao novo enviado sul-coreano para as relações com Pequim, Lee Hae-chan, que está disposto a devolver as relações bilaterais "à normalidade", após tensões pela instalação do sistema antimísseis THAAD.

Num encontro, em Pequim, Xi Jinping sublinhou a Lee a importância dos laços bilaterais e esperou que a China e a Coreia do Sul possam "salvaguardar os avanços [na relação bilateral] alcançados com tanto esforço", noticiou a agência oficial chinesa Xinhua.

No Grande Palácio do Povo de Pequim, o Presidente chinês pediu a consolidação da confiança mútua e gestão das diferenças dos dois países para que possam recuperar a relação, "com base no entendimento e respeito mútuo", em breve.

Lee, recém-nomeado como enviado especial para a China pelo novo Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, reuniu-se na quinta-feira com o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi.

Wang pediu a Lee que Seul elimine "os obstáculos" que afetam as relações, sobretudo o sistema antimísseis norte-americano THAAD.

Tal dispositivo foi posto em funcionamento em território sul-coreano contra um hipotético ataque da Coreia do Norte, em plena escalada da tensão na península.

A China e a Rússia opõem-se à instalação deste sistema por temer que os sofisticados radares possam oferecer a Washington informação sobre bases militares.

A aceleração da instalação do THAAD, no início de março, traduziu-se num boicote não declarado às empresas sul-coreanas presentes na China, como a cadeia de supermercados Lotte, que trocou terrenos com o Governo de Seul para a instalação do dispositivo.

As vendas na China dos fabricantes sul-coreanos de automóveis Hyundai e Kia registaram quebras, além de protestos por parte da população.

ISG // EJ

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

População da Dominica "perdeu tudo o que podia ter perdido" com furacão Maria

Os habitantes da Dominica "perderam tudo o que podiam ter perdido" após a passagem do furacão Maria, disse hoje o primeiro-ministro daquela ilha das Caraíbas, Roosevel Skerrit.

Polícia britânica detém segundo suspeito de ataques ao metro de Londres

Um segundo suspeito dos ataques de sexta-feira ao metro de Londres foi detido este sábado à noite, anunciou este domingo a polícia britânica.

Reino Unido deve obrigar Credit Suisse a divulgar contornos dos empréstimos a Moçambique

Londres, 19 set (Lusa) - A diretora do Comité para o Jubileu da Dívida (CJD) considerou hoje que o Governo do Reino Unido deve obrigar o banco Credit Suisse, que intermediou os empréstimos escondidos em Moçambique, a tornar públicos os documentos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...