Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Presidente Xi diz que China está disposta a recuperar relação com Seul

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pequim, 19 mai (Lusa) -- O Presidente chinês assegurou hoje ao novo enviado sul-coreano para as relações com Pequim, Lee Hae-chan, que está disposto a devolver as relações bilaterais "à normalidade", após tensões pela instalação do sistema antimísseis THAAD.

Num encontro, em Pequim, Xi Jinping sublinhou a Lee a importância dos laços bilaterais e esperou que a China e a Coreia do Sul possam "salvaguardar os avanços [na relação bilateral] alcançados com tanto esforço", noticiou a agência oficial chinesa Xinhua.

No Grande Palácio do Povo de Pequim, o Presidente chinês pediu a consolidação da confiança mútua e gestão das diferenças dos dois países para que possam recuperar a relação, "com base no entendimento e respeito mútuo", em breve.

Lee, recém-nomeado como enviado especial para a China pelo novo Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, reuniu-se na quinta-feira com o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi.

Wang pediu a Lee que Seul elimine "os obstáculos" que afetam as relações, sobretudo o sistema antimísseis norte-americano THAAD.

Tal dispositivo foi posto em funcionamento em território sul-coreano contra um hipotético ataque da Coreia do Norte, em plena escalada da tensão na península.

A China e a Rússia opõem-se à instalação deste sistema por temer que os sofisticados radares possam oferecer a Washington informação sobre bases militares.

A aceleração da instalação do THAAD, no início de março, traduziu-se num boicote não declarado às empresas sul-coreanas presentes na China, como a cadeia de supermercados Lotte, que trocou terrenos com o Governo de Seul para a instalação do dispositivo.

As vendas na China dos fabricantes sul-coreanos de automóveis Hyundai e Kia registaram quebras, além de protestos por parte da população.

ISG // EJ

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Pelo menos cinco soldados mortos em avalanche no sudeste da Turquia

Pelo menos cinco soldados morreram este domingo e 12 ficaram feridos devido a uma avalanche quando procediam a operações militares no sudeste da Turquia, disseram fontes das autoridades, citadas pela Associated Press.

Angola prevê encerrar nove embaixadas e 18 consulados, incluindo em Portugal e Macau

O Governo angolano está a estudar a possibilidade de encerrar nove embaixadas e 18 consulados-gerais, nomeadamente em Lisboa, Faro e Macau, além de 10 representações comerciais, incluindo em Portugal, para poupar mais de 66 milhões de dólares.

Onze pessoas morrem em acidente de autocarro na Turquia

Onze pessoas morreram e 46 ficaram feridas na Turquia, na noite de sexta-feira para sábado, quando um autocarro embateu contra árvores numa autoestrada, anunciaram fontes oficiais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.