Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Parlamento vota 6.ª feira saudação pela vitória na presença de Salvador e Luísa Sobral

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 18 mai (Lusa) -- O parlamento vai votar na sexta-feira, por proposta do Presidente da Assembleia da República e de todos os grupos parlamentares, uma saudação pela vitória de Portugal no Festival Eurovisão da Canção.

A convite de Ferro Rodrigues, Salvador Sobral e Luísa Sobral -- intérprete e autora da música vencedora, respetivamente -- assistirão à votação, naquele que é o primeiro convite que aceitam desde que ganharam o festival. Também o presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, estará no parlamento.

Depois da votação, segue-se um almoço na Residência Oficial do Presidente da Assembleia da República, estando previstas declarações pelas 14:45.

Salvador Sobral, 27 anos, venceu no sábado o Festival Eurovisão da Canção, em Kiev, com o tema "Amar pelos dois", escrito pela irmã, Luísa Sobral. A visibilidade nacional e internacional do músico surgiu um ano depois de ter editado o álbum de estreia, "Excuse me", marcado pelo jazz e pela pop e com o qual tem andado em digressão pelo país há vários meses.

Segundo a agenda já anunciada, o primeiro concerto de Salvador Sobral depois da vitória no festival acontece no sábado, no Marco de Canavezes, no âmbito do Festival Confluências, com entrada gratuita sujeita à lotação do espaço.

Nascido em Lisboa, em 1989, Salvador Sobral participou, ainda criança, no concurso de talentos "Bravo, Bravíssimo", na SIC, a estação de televisão onde voltaria aos 18 anos, para participar no "Ídolos".

No sábado, ainda em Kiev, nas primeiras declarações depois da vitória, Salvador Sobral disse que "a música não é fogo-de-artifício, é sentimento".

SMA (JRS/SS) // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

António Costa apela a quem saiba de mais vítimas de Pedrógão Grande para informar PJ e MP

O primeiro-ministro, António Costa, apelou hoje a que quem tenha conhecimento de um maior número de vítimas no incêndio de Pedrógão Grande, em junho, o comunique de imediato à Polícia Judiciária e ao Ministério Público.

Constança Urbano de Sousa nega existência de "lista secreta" de vítimas de Pedrogão Grande

A Ministra da Administração Interna garantiu hoje que "não existe uma lista secreta" das vítimas mortais do incêndio de Pedrogão Grande, sublinhando que os nomes constam de um processo judicial que está em segredo de justiça.

BE quer "reconstrução" de direitos laborais e crescimento económico para todos

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, pediu este domingo medidas para que o crescimento económico "chegue a todas as pessoas", defendendo "a reconstrução" de "direitos na legislação laboral que permitam a valorização de todos os salários".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS