Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Parlamento chumba resolução do CDS-PP pela rejeição do Programa de Estabilidade

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 21 abr (Lusa) - A maioria de esquerda chumbou hoje o projeto de resolução do CDS-PP que propunha a rejeição do Programa de Estabilidade 2017-2021 apresentado pelo Governo.

O projeto de resolução apresentado pelos centristas foi chumbado com os votos contra do PS, BE, PCP, PEV, tendo os votos favoráveis do PSD e do CDS-PP e a abstenção do PAN.

O CDS-PP tinha apresentado inicialmente uma resolução para a revisão do Programa de Estabilidade no sentido de retomar as reformas estruturais adotadas pelo anterior executivo, assim como políticas para o crescimento económico, que substituiu por um texto pedindo a sua rejeição.

Com a mesma votação foi ainda chumbado o projeto de resolução do CDS-PP que recomendava ao Governo que adotasse no Plano Nacional de Reformas "um conjunto de medidas que permitam colocar Portugal numa trajetória sustentada de crescimento económicos e do emprego".

ACL // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

António Costa apela a quem saiba de mais vítimas de Pedrógão Grande para informar PJ e MP

O primeiro-ministro, António Costa, apelou hoje a que quem tenha conhecimento de um maior número de vítimas no incêndio de Pedrógão Grande, em junho, o comunique de imediato à Polícia Judiciária e ao Ministério Público.

Constança Urbano de Sousa nega existência de "lista secreta" de vítimas de Pedrogão Grande

A Ministra da Administração Interna garantiu hoje que "não existe uma lista secreta" das vítimas mortais do incêndio de Pedrogão Grande, sublinhando que os nomes constam de um processo judicial que está em segredo de justiça.

BE quer "reconstrução" de direitos laborais e crescimento económico para todos

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, pediu este domingo medidas para que o crescimento económico "chegue a todas as pessoas", defendendo "a reconstrução" de "direitos na legislação laboral que permitam a valorização de todos os salários".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS