Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Parlamento português condena ataque terrorista em Paris

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 21 abr (Lusa) - A Assembleia da República condenou hoje o atentado terrorista ocorrido na quinta-feira em Paris, do qual resultou a morte de um polícia e do atacante, e reafirmou o empenho de Portugal na prevenção e combate ao terrorismo.

O voto de condenação foi proposto pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e por todas as bancadas parlamentares, sendo aprovado por unanimidade.

"A Assembleia da República reafirma uma vez mais o empenho de Portugal na prevenção e combate global ao terrorismo e expressa a mais veemente condenação pelo atentado de ontem [quinta-feira]", refere o voto.

No texto, os deputados afirmam estar certos de que o ataque não perturbará as eleições presenciais francesas, cuja primeira volta se realiza no domingo.

Um polícia foi morto e dois ficaram gravemente feridos na quinta-feira à noite, quando um homem disparou contra o veículo em que seguiam na avenida dos Campos Elísios, no centro de Paris, antes de ser morto por outros agentes da polícia.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou o ataque, através de um comunicado divulgado pelo órgão de propaganda do EI, a Amaq.

O ataque ocorreu a três dias da primeira volta das eleições presidenciais em França, em que a segurança é um dos temas em destaque, após vários ataques terroristas no país nos últimos anos.

SF (MDR) // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Presidente da República afirma que "não tem posição tomada" quanto à eutanásia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou este sábado que "não tem posição tomada" quanto aos diplomas sobre a eutanásia, realçando que não existem sequer iniciativas legislativas apreciadas pelo parlamento sobre esta matéria.

Catarina Martins diz que Governo tem de "abrir os olhos" sobre imposição de trabalho por turnos

Há "muito abuso" na imposição do trabalho por turnos em Portugal. A denúncia foi feita, na passada sexta-feira, pela coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, durante uma conversa com trabalhadores da cortiça. Catarina Martins diz que o Governo tem de abrir os olhos para ver a realidade.

Carlos César reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos

O deputado e líder parlamentar socialista Carlos César foi este sábado reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos, anunciou a Comissão Organizadora do Congresso.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.