Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Papa: Criança brasileira envolvida na canonização e família assistem à peregrinação de maio

| País
Porto Canal com Lusa

Fátima, Santarém, 21 abr (Lusa) -- A criança brasileira relacionada com a canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinto, e a sua família, assistem à peregrinação de 12 e 13 de maio em Fátima, com o papa Francisco, disse hoje à agência Lusa fonte do Santuário.

De acordo com a mesma fonte, a família fará uma declaração à imprensa, no dia 11, em Fátima, ainda em horário a definir, mas a criança não aparecerá em público, dado que é menor.

"A família quer fazer esse testemunho em Fátima", disse.

O papa Francisco, que preside ao Centenário das Aparições, eleva a santos, a 13 de maio, em Fátima, os beatos Francisco e Jacinta.

A Rádio Vaticana noticiou na quinta-feira que o acontecimento que permite esta canonização se relaciona com a "cura inexplicável" de uma criança brasileira, que sobreviveu a uma queda de sete metros.

Esta informação, divulgada no dia em que o Vaticano anunciou que Jacinta e Francisco Marto seriam canonizados em Fátima, não identifica nem a criança nem o local do Brasil onde terão decorrido os acontecimentos, mas descreve o que se passou.

O milagre reconhecido pela Igreja em 23 de março diz respeito a uma criança brasileira, que na época tinha seis anos, segundo a Rádio Vaticano.

A criança "estava na casa do avô, a brincar com a irmãzinha, quando caiu, por acidente, de uma janela de cerca sete metros de altura, sofrendo um grave traumatismo crânio encefálico, com a perda de material cerebral".

Depois de transportada "ao hospital em coma, foi operada", e os médicos disseram que, "caso sobrevivesse, viveria em estado vegetativo ou, no máximo, com graves deficiências cognitivas".

Escreve a Rádio do Vaticano que, "milagrosamente, após três dias, a criança recebeu alta, não sendo constatado nenhum dano neurológico ou cognitivo".

A 02 de fevereiro de 2007, uma equipa médica, segundo a mesma fonte, deu um "parecer positivo unânime sobre o caso, como 'cura inexplicável do ponto de vista científico'".

Na descrição da Rádio Vaticana, "no momento do incidente, o pai da criança havia invocado Nossa Senhora de Fátima e os dois pequenos beatos".

"Na mesma noite, os familiares e uma comunidade de irmãs de clausura haviam rezado com insistência, pedindo a intercessão dos pastorinhos de Fátima", lê-se no texto publicado em www.news.va/pt/news/jacinta-e-francisco-serao-canonizados-em-13-de-mai.

O arcebispo de Olinda e Recife mostrou-se hoje satisfeito por ter sido uma criança da arquidiocese brasileira a viabilizar o processo de canonização dos pastorinhos de Fátima, que se vai realizar a 13 de maio.

"Fiquei surpreso, fiquei contente e feliz que Recife tenha dado essa contribuição. Todos aqui ficaram muito satisfeitos e felizes que esse facto tenha sido levado em conta. Não conheço a criança, mas pretendo entrar em contacto para conhecê-la", afirmou à Lusa Antônio Saburido.

O Vaticano anunciou na quinta-feira que o papa Francisco vai canonizar, a 13 de maio, os dois pastorinhos Jacinta e Francisco durante a sua visita a Fátima para assinalar o Centenário das Aparições.

Francisco e Jacinta morreram ainda crianças, pouco depois de, com a sua prima Lúcia de Jesus (1907-2005), terem estado na origem do fenómeno de Fátima, entre maio e outubro de 1917.

SSS/NS/SR // NS

Lusa/fim

+ notícias: País

INEM corta ambulâncias da meia-noite às oito da manhã

Há semelhança do que vai acontecer em Espinho, há mais sete concelhos, como Maia ou Guimarães, onde as ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica vão deixar de funcionar entre a meia-noite e as oito da manhã. O reajustamento dos horários entra em vigor na próxima segunda-feira e deixa o socorro noturno dependente dos bombeiros. O objetivo é resolver o problema de falta de técnicos.

Suspeito de atropelamento mortal junto ao Estádio da Luz indiciado por homicídio simples

O suspeito do atropelamento mortal ocorrido junto ao Estádio da Luz, em Lisboa, na madrugada de sábado, e que hoje se entregou às autoridades, foi detido e indiciado por homicídio simples, disse à Lusa fonte da Polícia Judiciária.

Cartas rogatórias atrasam acusação na Operação Marquês

A Procuradoria-Geral da República decidiu hoje prorrogar por três meses o prazo para a conclusão do inquérito da 'Operação Marquês', a contar da data de junção ao processo da última carta rogatória a ser devolvida.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Imperdíveis

Poseidon a bordo do Bacalhoeiro,...