Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Tribunal de Gaia condena 61 pessoas por tráfico de droga no Grande Porto

| Norte
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto, 21 abr (Lusa) -- O Tribunal de Vila Nova de Gaia condenou hoje 61 pessoas, 26 delas a penas de prisão efetiva, e absolveu 24 outros arguidos num processo por tráfico de droga no Grande Porto.

As penas de prisão efetiva aplicadas a 26 arguidos oscilam entre um ano e nove meses e dez anos.

Outros 34 arguidos foram condenados a penas entre um ano e seis meses e cinco anos, suspensas na sua execução, havendo também uma pessoa condenada a cumprir 180 horas de trabalho comunitário.

Os arguidos, que estavam divididos em vários grupos, traficaram droga, nomeadamente cocaína e heroína, entre 2012 e 2015 no Grande Porto, sobretudo no Bairro Dr. Nuno Pinheiro Torres.

Entre os suspeitos havia responsáveis pela aquisição da droga, transporte, armazenamento -- sobretudo em casas de recuo -, preparação, embalagem, distribuição e venda.

SYF // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Circulação do metro do Porto pode parar na semana académica se greve da EMEF continuar

Os trabalhadores da empresa de manutenção de equipamento ferroviário estão a fazer uma greve diária de três horas por turno, o que tem provocado vários constrangimentos na circulação do metro do Porto. Segundo o sindicato, a adesão ronda os 90% e a circulação do metro pode mesmo parar durante a semana académica.

Ponte da Barca faz abaixo-assinado para exigir um conservador no concelho

A população de Ponte da Barca está recolher assinaturas para exigir um conservador no concelho. Desde julho que não há ninguém com estas funções na Loja do Cidadão e por isso a população tem de fazer 20 km para obter os documentos necessários.

Encontrado cadáver mumificado na Maia

Um cadáver em estado de mumificação foi esta quarta-feira encontrado em Águas Santas, concelho da Maia, indicaram fontes ligadas à Proteção Civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.