Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Tribunal de Gaia condena 61 pessoas por tráfico de droga no Grande Porto

| Norte
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto, 21 abr (Lusa) -- O Tribunal de Vila Nova de Gaia condenou hoje 61 pessoas, 26 delas a penas de prisão efetiva, e absolveu 24 outros arguidos num processo por tráfico de droga no Grande Porto.

As penas de prisão efetiva aplicadas a 26 arguidos oscilam entre um ano e nove meses e dez anos.

Outros 34 arguidos foram condenados a penas entre um ano e seis meses e cinco anos, suspensas na sua execução, havendo também uma pessoa condenada a cumprir 180 horas de trabalho comunitário.

Os arguidos, que estavam divididos em vários grupos, traficaram droga, nomeadamente cocaína e heroína, entre 2012 e 2015 no Grande Porto, sobretudo no Bairro Dr. Nuno Pinheiro Torres.

Entre os suspeitos havia responsáveis pela aquisição da droga, transporte, armazenamento -- sobretudo em casas de recuo -, preparação, embalagem, distribuição e venda.

SYF // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Câmara de Famalicão exige que Governo pague municipalização de estradas nacionais

A Câmara de Famalicão recorreu à justiça para exigir que o Estado pague o valor da contrapartida acordada pela municipalização de estradas nacionais. A autarquia pede em tribunal mais de dois milhões e meio de euros. A infraestrutturas de Portugal diz que aguarda a decisão judicial.

Funcionárias denunciam casos de assédio sexual e de falta de higiene em IPSS de Ponte de Lima

Várias funcionárias da Casa da Caridade de Ponte de Lima acusam o Presidente da Direção de assédio sexual e dizem ainda que há falta de condições no lar de idosos. Garantem que chove no interior do edifício e que há ratos e baratas nos alimentos. A queixa já chegou ao Ministério Público.

Povo indignado tranca padre em centro paroquial em Vila das Aves

O padre de Vilas das Aves, em Santo Tirso, foi retido por populares no edifício do centro paroquial, por se recusar a realizar um funeral marcado para esta sexta-feira. Tudo porque as cerimónias fúnebres coincidiam com a visita do Bispo Auxiliar de Braga à paróquia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.