Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Filme de Carlos Conceição selecionado para Semana da Crítica de Cannes

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 22 abr (Lusa) - O filme "Coelho Mau", do realizador Carlos Conceição, foi selecionado para a Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes, em maio, em França, foi hoje anunciado.

"Coelho Mau", curta-metragem de ficção, será exibida em estreia mundial, numa sessão especial.

A Semana da Crítica, cujo júri será presidido pelo brasileiro Kléber Mendonça Filho, decorrerá de 18 a 26 de maio em paralelo ao Festival de Cannes, e foca-se sobretudo em primeiras e segundas obras do cinema internacional, tanto em longa como em curta-metragem.

"Coelho Mau", o único filme português escolhido para este programa, é uma co-produção luso-francesa que "aborda as relações entre dois irmãos, uma mãe ausente e o seu amante, que vacilam entre a iminência da morte e o assombro face aos seus desejos", resume a Agência da Curta-Metragem.

O filme conta com as participações de João Arrais, Julia Palha, Matthieu Charneau e Carla Maciel.

Carlos Conceição regressa à Semana da Crítica de Cannes três anos depois de lá ter apresentado a curta-metragem "Boa Noite Cinderela".

Noutro programa paralelo do festival de Cannes, a Quinzena dos Realizadores, estarão dois filmes portugueses, já anunciados na quinta-feira: "Farpões, baldios", de Marta Mateus, e a animação "Água mole", realizada por Laura Gonçalves e Xá.

SS // MAG

Lusa/fim

+ notícias: País

Primeiro fim de semana de outono com temperaturas que podem chegar aos 30 graus

O primeiro fim de semana de outono vai ser marcado em Portugal continental por alguma nebulosidade, vento fraco e temperaturas máximas a variar entre os 20 e os 30 graus Celsius, adiantou hoje o meteorologista Bruno Café.

Mais de 5.000 mortos, mais de 15 mil milhões de prejuizos nas estradas, só nesta década

Desde o início desta década e até à semana passada morreram nas estradas portuguesas 5.424 pessoas, com os acidentes rodoviários a provocarem um prejuízo económico superior a 15 mil milhões de euros.

Portugueses retidos no estrangeiro devido à Ryanair obrigados a pagar alojamento enquanto esperam por outro voo

Dezenas de queixas de portugueses retidos no estrangeiro devido aos cancelamentos da Ryanair estão a chegar à DECO e a Autoridade Nacional de Aviação Civil. A estes passageiros está a ser cobrado o alojamento e a alimentação até ao dia do voo de regresso. Uma situação que em alguns casos dura vários dias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...