Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Justiça detém para interrogatório três familiares do atacante

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Paris, 21 abr (Lusa) - A procuradoria de Paris informou hoje ter detido para interrogatório três familiares do atacante que na quinta-feira matou um polícia na avenida dos Campos Elísios, na capital francesa, e foi abatido pelas forças de segurança.

A procuradoria sublinhou que é rotina, em casos como o de quinta-feira, a interrogação de familiares dos suspeitos, para os investigadores determinarem se o atacante agiu sozinho, onde obteve as armas, e outros pormenores.

Um polícia foi morto e dois ficaram gravemente feridos na quinta-feira à noite, quando um homem disparou contra o veículo em que seguiam na avenida dos Campos Elísios, no centro de Paris.

O atacante foi morto por outros agentes da polícia francesa e um transeunte foi também atingido.

"O agressor chegou de carro, saiu. Abriu fogo contra o carro da polícia com uma arma automática, matou um dos polícias", disse fonte policial citada pela AFP.

Uma turista ficou "ligeiramente ferida por bala" durante a troca de tiros, acrescentou outra fonte policial.

O Presidente francês, François Hollande, que convocou um Conselho de Segurança para a manhã de hoje, afirmou que o caso está a ser investigado pela secção antiterrorista da procuradoria de Paris e que as pistas que poderão conduzir a investigação "são de ordem terrorista".

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou já o ataque, através de um comunicado divulgado pelo órgão de propaganda do EI, a Amaq.

"O autor do ataque nos Campos Elísios, no centro de Paris, é Abu Yussef, 'o Belga', e é um dos combatentes do Estado Islâmico", relatou a Amaq.

As autoridades francesas afirmaram que o autor do ataque estava identificado como extremista por ter manifestado a intenção de matar polícias, segundo fontes próximas do inquérito, citadas pela AFP.

O ataque ocorre a três dias da primeira volta das eleições presidenciais em França, em que a segurança é um dos temas em destaque, após vários ataques terroristas no país nos últimos anos.

FPA // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Balanço de atentado suicida em Cabul sobe para 31 mortos e 54 feridos

Pelo menos 31 pessoas morreram e 54 ficaram feridas no atentado suicida deste domingo contra um centro de recenseamento eleitoral em Cabul, disse o porta-voz do Ministério da Saúde do Afeganistão, Wahidullah Majroh, atualizando o balanço anterior.

Líder da oposição arménia detido pela polícia, imprensa local

Ierevan, 22 abr (Lusa) - O líder da oposição arménia Nikol Pachinian foi detido hoje pela polícia, no décimo dia de contestação, pouco depois de ter participado num debate com o primeiro-ministro Serge Sarkissian transmitido pela televisão, indica a imprensa local.

Universidade britânica é palco de combate a estereótipos sobre ciência para jovens portugueses

Londres, 22 abr (Lusa) - Uma Organização não-governamental e a universidade britânica de Lancaster juntam-se em maio para ensinar a portugueses que a ciência é também uma oportunidade de carreira combatendo os estereótipos que são mais evidentes entre os imigrantes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.