Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Reativado fogo no parque Peneda Gerês

| Norte
Porto Canal com Lusa

O incêndio que entrou em fase de rescaldo na quinta-feira às 20:49 em zona do Parque Nacional Peneda Gerês (PNPG), concelho de Ponte da Barca, reacendeu cerca das 06:52 de hoje, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Segundo a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo encontram-se no terreno 34 operacionais apoiados por 10 viaturas.

Contactado pela agência Lusa, o adjunto do comando dos bombeiros voluntários de Ponte da Barca, Jorge Gonçalves, que é responsável pelas operações no terreno, referiu que o incêndio "tem uma frente ativa, na freguesia de Ermida".

"As chamas lavram numa zona de escarpa, não acessível ao combate terrestre. Só os meios aéreos é que podem operar naquela zona", frisou aquele responsável.

Segundo Jorge Gonçalves, às 07:00 foi acionado um meio aéreo para o local.

De acordo com o adjunto do comando dos bombeiros voluntários de Ponte da Barca a partir das 06:30, o incêndio que deflagrou na quarta-feira ás 22:00, registou "várias reativações devido ao vento forte que se faz sentir mas que às 09:30 se encontravam já em fase de rescaldo".

As chamas, que foram dadas como dominadas, na quinta-feira, cerca das 20:30 chegaram a ter três frentes ativas "viradas às povoações de Ermida, Germil e Sobredo", todas na área do PNPG.

+ notícias: Norte

Tiros disparados em rua de Leça do Balio deixa população em sobressalto. Não há registo de feridos

Uma rajada de tiros foi disparada para a rua através de um carro em andamento na rua de Gondivai, em Leça do Balio, ao final da manhã desta quinta-feira, deixando a população em sobressalto, apurou o Porto Canal no local. Não há registo de feridos.

Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos com mulher de 52

O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher de 52, em Bragança, está a ser contestado judicialmente por três dos quatro filhos do idoso. Acusam a mulher de querer passar de empregada a herdeira de uma fortuna já avaliada em dois milhões de euros.

Homem condenado a 18 anos de prisão por matar octogenário em Montalegre

O Tribunal de Vila Real condenou hoje um homem a 18 anos de cadeia pelo homicídio qualificado de um octogenário, em Montalegre, e ainda ao pagamento de uma indemnização de 66 mil euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS