Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Reforçado dispositivo terrestre de combate no parque Peneda Gerês

Reforçado dispositivo terrestre de combate no parque Peneda Gerês
| Norte
Porto Canal com Lusa

O combate ao incêndio que se regista desde as 22:00 de quarta-feira na Peneda Gerês mobilizava ao início da tarde de hoje 60 operacionais, mais 40 que os que se encontravam no terreno pelas 09:00, disse à Lusa fonte da proteção civil.

De acordo com a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo "o helicóptero pesado acionado cerca das 08:30 teve que desmobilizar por falta de condições de segurança para operar devido ao vento forte que se faz sentir naquela zona". Mas, de acordo com a mesma fonte, aquele meio aéreo "voltou a ser acionado às 12:00 por estarem reunidas as condições para auxiliar no combate às chamas que mantêm três frentes ativas".

Segundo o CDOS de Viana do Castelo "a frente de fogo que mais preocupa é que está virada ao lugar de Lourido, na freguesia de Entre Ambos-os-Rios, pela proximidade de habitações".

Anteriormente à Lusa, o responsável da proteção civil de Ponte da Barca, Inocêncio Araújo referiu que o vento "muito forte", os "declives acentuados" e os "difíceis acessos" estava, a dificultar o combate ao incêndio.

Segundo aquele responsável "as três frentes estão viradas às povoações de Ermida, Germil/Lourido e Sobredo", todas na área do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

"O vento é muito forte e as chamas atingiram uma extensão enorme. Com o calor previsto para a tarde e se não forem reforçados os meios, sobretudo aéreos, para atacar e estancar as chamas vão propagar-se montanha acima e podem aproximar-se das povoações", referiu.

Segundo Inocêncio Araújo o incêndio deflagrou cerca das 22:00 de quarta-feira no lugar de Lourido, freguesia de Entre Ambos-os-Rios, naquele concelho do distrito de Viana do Castelo.

"Para já lavrou em zona de pinhal que até tinha sido recentemente limpa. Para já não houve habitações ameaçadas", disse.

Na quarta-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) informou que as regiões Norte e Centro vão registar hoje índices "elevados a muito elevados" de risco de incêndio.

De acordo com a informação da ANPC "destaca-se para os próximos dias a existência de um cenário desfavorável em termos de incêndios florestais", assente em temperaturas máximas que podem atingir valores entre os 28 e os 30 graus na generalidade do território, "situação que poderá manter-se nos próximos três dias".

+ notícias: Norte

Guardas prisionais protestam em Matosinhos contra as alterações do horário de trabalho

Mais de meia centena de guardas prisionais de várias cadeias do Norte concentraram-se em frente à prisão de Custóias em Matosinhos, em protesto. Contestam a alteração do horário de trabalho que vai entrar em vigor no mês de novembro.

Carlos Pinto: a página do diário de uma manhã em Vigo

Carlos Pinto está preso preventivamente há mais de um ano e meio em Espanha. O português está indiciado pelo crime de tentativa de homicídio, cometido a 2 de maio do ano passado, contra a mulher. Numa carta enviada ao Porto Canal, o empresário confessa que está inocente e conta em exclusivo tudo o que aconteceu naquele quarto de hotel.

"D'après Fibonacci e as coisas lá fora" mostra artistas portugueses em Serralves

O artista plástico, Pedro Cabrita Reis, reuniu 80 obras datadas de períodos específicos do percurso do pintor Jorge Pinheiro, numa mostra patente na Fundação de Serralves, no Porto. "D'après Fibonacci e as coisas lá fora" dá sequência à obra de artistas relevantes portugueses do século XX.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...