Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Governo vai fazer alterações nas reformas antecipadas

Governo vai fazer alterações nas reformas antecipadas
| Política
Porto Canal (AYR)

O Governo vai realizar alterações à proposta do regime de reformas antecipadas, principalmente nos deveres que os trabalhadores têm de ter para saídas antecipadas sem penalização, avança esta quinta-feira o Diário de Notícias (DN).

Segundo o Diário de Notícias, as alterações estão a ser estudadas sendo que os sindicatos e patrões defendem que os trabalhadores que requerem saídas antecipadas sem penalização, devem ter 40 anos de descontos e não 48 como está definido atualmente.

A União Geral de Trabalhadores (UGT) “classifica de ‘redutor’ o modelo proposto e defende que uma pessoa com 60 anos e 40 de carreira contributiva ‘deve poder reformar-se sem qualquer penalização’, ainda que admita que tal possa exigir uma ‘ponderação em função da densidade contributiva efetiva da sua carreira’”.

O texto final de alterações será apresentado no dia 4 de maio, avança o DN.

+ notícias: Política

"É justificável que se peça desculpa". Marcelo adverte que usará todos os poderes contra fragilidade do Estado

O Presidente da República advertiu esta terça-feira que usará todos os seus poderes contra a fragilidade do Estado que considerou existir face aos incêndios que mataram mais de 100 pessoas, e defendeu que se justifica um pedido de desculpa.

Ângelo Moura promete não se "apoiar em desculpas" e trabalhar de "forma realista"

Ângelo Moura, recém eleito Presidente da Câmara Municipal de Lamego, afirma que conhece a realidade da "capacidade financeira do município" lamecense e que esta capacidade, que considera curta, não vai permitir à autarquia "ter grandes ambições de execução de obra" mas que não se vai usar o tema como "desculpa".

Emídio Sousa deixa Conselho Metropolitano do Porto com sentimento de objetivo cumprido

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Emídio Sousa, disse esta terça-feira de manhã que o seu mandato terminou por ser consensual que quem ganha na área metropolitana, neste caso o Partido Socialista, deve liderar a estrutura.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"