Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Todas as vítimas mortais das explosões de Lamego já estão identificadas

Todas as vítimas mortais das explosões de Lamego já estão identificadas
| Norte
Porto Canal com Lusa

As oito vítimas mortais das explosões numa fábrica de pirotecnia do concelho de Lamego, no início do mês, já foram identificadas, disse hoje à agência Lusa fonte do Ministério da Justiça.

De acordo com a fonte, os três últimos corpos foram "identificados através de análises genéticas".

As explosões ocorreram cerca das 17:50 do dia 04, na fábrica de pirotecnia Egas Sequeira, situada na freguesia da Penajóia, no concelho de Lamego, distrito de Viseu.

Seis corpos foram transportados no dia 05 para o Instituto de Medicina Legal do Porto, mas duas pessoas continuaram desaparecidas.

Na noite do dia 06, as buscas pelos restos mortais foram encerradas, após terem sido encontrados mais vestígios biológicos que apontariam para a confirmação de oito mortos.

No dia 07, fonte do Ministério da Justiça informou que três das oito vítimas mortais das explosões tinham sido identificadas.

A 11, tinham sido identificadas mais duas, através das impressões digitais.

+ notícias: Norte

Posto de Correios em Anadia assaltado à mão armada

Um grupo de quatro homens assaltou hoje à mão armada um posto dos CTT situado na Curia, em Anadia, informou a GNR.

Pena suspensa para rapaz que violou outro num lar em Braga

O Tribunal da Relação de Guimarães confirmou a condenação a três anos e oito meses de prisão, com pena suspensa, de um rapaz que violou outro num lar de jovens em Braga.

Município de Paços de Ferreira indica que não existem estruturas suficientes para receber refugiados

A Plataforma de Apoio aos Refugiados avisa que existe falta de estruturas para receber migrantes em Portugal. Paços de Ferreira acolheu o seminário sobre a integração de migrantes refugiados, um debate que ficou marcado pelas críticas ao Governo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Imperdíveis

Casa de Saima, em Sangalhos, Anadia