Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Bandeira "Cidade ou Vila de Excelência" atribuída a Paredes de Coura

| Norte
Porto Canal com Lusa

Paredes de Coura, Viana do Castelo, 20 mar (Lusa) - O concelho de Paredes de Coura, no Alto Minho, vai receber, na terça-feira, a Bandeira da Rede de Cidades de Excelência, pelas práticas inovadoras nos eixos da regeneração urbana e do turismo, anunciou hoje a Câmara local.

Em comunicado, o município liderado pelo socialista Vítor Paulo Pereira, sublinhou tratar-se "do reconhecimento público do meritório trabalho que a autarquia tem vindo a desenvolver no âmbito dos trabalhos de qualificação desta bonita vila no coração do Alto Minho".

A distinção, atribuída pelo Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade (ICVM), ocorrerá, na terça-feira, pelas 11:30, no salão nobre da Câmara de Paredes de Coura.

A atribuição da Bandeira "Cidades de Excelência - Nível II" àquele município prende-se com "o grau de evolução da implementação do Plano de Ação Local proposto pelo Município de Paredes de Coura aquando da adesão à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, incidindo nos eixos Cidade ou Vila de Regeneração Urbana e Cidade ou Vila Turística".

Segundo a Câmara de Paredes de Coura a elaboração, entre outros, do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU), candidatado aos fundos do programa Portugal 2020, o Plano de Paisagem das Terras de Coura, os Meandros do Coura - Percurso Interpretativo do Rio, o centro de BTT do Corno de Bico e o Plano de Ação para a Mobilidade Sustentável contribuíram para a atribuição do galardão.

ABYC // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Cerca de 30 concelhos de Trás-os-Montes e região Centro em risco 'Máximo'

Cerca de 30 concelhos da região de Trás-os-Montes e do Centro do país, onde se concentram os maiores incêndios, e quatro concelhos do Algarve estão hoje em risco 'Máximo' de incêndio.

Trabalhadores e ex-trabalhadores acusam Centro Social da Paróquia da Polvoreira de perseguição e escravidão

Funcionários e ex-funcionários do Centro Social da Paróquia da Polvoreira, em Guimarães, acusam a instituição de escravidão, represálias, assédio moral e sucessivos atentados contra os direitos humanos. Dizem que a situação se arrasta há anos e que até já motivou saídas de trabalhadores e utentes, mas a direção do Centro rejeita as acusações.

SEF encerra bar de alterne em Vila Nova de Gaia

Uma moradia de Valadares, em Vila Nova de Gaia, que funcionava como bar de alterne e como residencial foi encerrada pelo serviço de estrangeiros e fronteiras. Na rusga do SEF, quatro pessoas foram detidas por suspeitas de lenocínio e auxílio à imigração ilegal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS