Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Lu-Olo lidera com 60,03%, quando estão contados 13,07% dos votos

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Díli 20 mar (Lusa) - Francisco Guterres "Lu-Olo", candidato apoiado pelos dois maiores partidos timorenses (Fretilin e CNRT), lidera a contagem dos votos nas eleições presidenciais timorenses com 60,03% dos votos quando estão escrutinados 13,07% dos votos, segundo dados oficiais.

Quando estão concluídas as contagens em 91 dos 696 centros de votação, o segundo candidato com mais apoio é Antonio da Conceição (Partido Democrático) com 29,12% dos votos, segundo informação oficial do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE).

O processo de escrutínio está a ser bastante lento e, oficialmente, o STAE apenas tem escrutinados 56.362 votos dos quais 55.209 votos válidos num universo de 743.150 eleitores.

Às 22:30 locais Lu-Olo tinha obtido 33.144 votos contra os 16.077 de António da Conceição.

Em terceiro entre os oito candidatos que se apresentaram ao voto de hoje surge José Luis Guterres com 1.551 votos e 2,81%, à frente de Antonio Maher Lopes com 1.319 votos ou 2,39%.

José das Neves obteve 1.219 votos e 2,21%, Luis Tilman 1.085 votos e 1,97%, Amorim Vieira obteve 393 votos e 0,71% e Angela Freitas, a única mulher candidata, obteve 421 votos ou 0,76%.

As urnas encerram às 15:00 locais (06:00 em Lisboa).

ASP // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

PR angolano regressou hoje a Luanda após tratamento médico em Espanha

Luanda, 29 mai (Lusa) - O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, de 74 anos, regressou hoje a Luanda, após uma ausência de 28 dias em Espanha, onde habitualmente recebe tratamento médico, período que ficou marcado pelas dúvidas sobre o seu estado de saúde.

Novas perturbações em voos da British Airways com partida de Heathrow

Londres, 29 mai (Lusa) - A companhia British Airways anunciou hoje atrasos e cancelamentos de voos com partida do aeroporto de Heathrow, em Londres, pelo terceiro dia consecutivo depois de uma avaria informática.

Secretário dos EUA diz que contactos de genro de Trump com a Rússia podem ser "uma coisa boa"

Washington, 29 mai (Lusa) -- O secretário para a Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Kelly, considerou que a alegada tentativa de Jared Kushner, genro de Donald Trump, para estabelecer um canal de comunicações com Moscovo pode ser "uma coisa boa".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS