Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Pólenes com níveis muito elevados esta semana em Portugal continental

Pólenes com níveis muito elevados esta semana em Portugal continental
| País
Porto Canal com Lusa

Os pólenes vão estar com níveis muito elevados, nos próximos dias, em todas as regiões de Portugal continental, de acordo com o primeiro Boletim Polínico da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) divulgado esta segunda-feira.

Entre segunda e sexta-feira, os níveis de pólenes vão estar elevados em várias regiões do continente, adianta a SPAIC, que vai divulgar um Boletim Polínico todas as semanas e durante a primavera, estação propícia a alergias, que começa esta segunda-feira.

De acordo com a SPAIC, os pólenes predominantes em Portugal continental serão das árvores pinheiro, plátano, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

Em Lisboa (região de Lisboa e Setúbal), os pólenes encontram-se em níveis muito elevados, com predomínio dos pólenes das árvores plátano, pinheiro, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

No Porto (região de Entre Douro e Minho), os pólenes encontram-se em níveis elevados, com predomínio dos pólenes das árvores cipreste e pinheiro e da erva urtiga.

A SPAIC adianta também que no Funchal (região autónoma da Madeira), os pólenes encontram-se em níveis baixos, com destaque para os pólenes de cipreste e erva parietária.

Em Ponta Delgada (região autónoma dos Açores), os pólenes encontram-se em níveis moderados, com predomínio dos pólenes das árvores pinheiro, plátano e cipreste e da erva urtiga.

+ notícias: País

Ministra chora no Parlamento: "Foi o momento mais difícil da minha vida"

A ministra da Administração Interna disse hoje que se está a recolher, analisar e cruzar todos os dados do incêndio de Pedrógão Grande "desde a primeira hora", mas esta "é uma tarefa que leva o seu tempo".

Fenprof faz queixa de 56 escolas por violação dos serviços mínimos

A Fenprof entregou na terça-feira ao Ministério Público uma queixa contra 56 escolas por violação do acórdão dos serviços mínimos na greve dos professores, a qual será também entregue na quinta-feira à Inspeção-Geral de Educação e Ciência (IGEC).

Sindicato da Construção ameaça greve se não houver aumentos salariais

O setor da construção ameaça partir para uma greve nacional se as reivindicações salariais dos trabalhadores não forem aceites. O Sindicato da Construção vai apresentar esta semana às associações patronais, uma proposta de aumento salarial de 70 euros para todos os operários qualificados e de subida do subsídio de alimentação.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS