Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Pólenes com níveis muito elevados esta semana em Portugal continental

Pólenes com níveis muito elevados esta semana em Portugal continental
| País
Porto Canal com Lusa

Os pólenes vão estar com níveis muito elevados, nos próximos dias, em todas as regiões de Portugal continental, de acordo com o primeiro Boletim Polínico da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) divulgado esta segunda-feira.

Entre segunda e sexta-feira, os níveis de pólenes vão estar elevados em várias regiões do continente, adianta a SPAIC, que vai divulgar um Boletim Polínico todas as semanas e durante a primavera, estação propícia a alergias, que começa esta segunda-feira.

De acordo com a SPAIC, os pólenes predominantes em Portugal continental serão das árvores pinheiro, plátano, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

Em Lisboa (região de Lisboa e Setúbal), os pólenes encontram-se em níveis muito elevados, com predomínio dos pólenes das árvores plátano, pinheiro, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

No Porto (região de Entre Douro e Minho), os pólenes encontram-se em níveis elevados, com predomínio dos pólenes das árvores cipreste e pinheiro e da erva urtiga.

A SPAIC adianta também que no Funchal (região autónoma da Madeira), os pólenes encontram-se em níveis baixos, com destaque para os pólenes de cipreste e erva parietária.

Em Ponta Delgada (região autónoma dos Açores), os pólenes encontram-se em níveis moderados, com predomínio dos pólenes das árvores pinheiro, plátano e cipreste e da erva urtiga.

+ notícias: País

Número de mortos do "pior dia do ano" em incêndios sobe para 42

Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país e que tornaram este o "pior dia do ano" em matéria de incêndios provocaram 42 mortos, disse esta quarta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) Patrícia Gaspar.

Atualizado 18-10-2017 18:09

Ordem dos Médicos exige auditoria independente e urgente ao SNS

A Ordem dos Médicos exigiu esta quarta-feira uma auditoria independente e urgente ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), na sequência das conclusões de um relatório do Tribunal de Contas sobre o acesso a consultas e cirurgias.

José Palmeira: "mais importante às vezes do que pedir desculpa de uma forma formal é assumir a responsabilidade daquilo de mal que aconteceu"

José Palmeira, docente da Universidade do Minho, perante a demissão de Constança Urbano de Sousa, explica que existe uma incapacidade de resposta do Estado na situação dos incêndios mas que o "mais importante às vezes do que pedir desculpa de uma forma formal é assumir a responsabilidade daquilo de mal que aconteceu".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"