Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Neozelandês Jake Robertson e etíope Mare Dibaba vencem meia-maratona de Lisboa

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 19 mar (Lusa) - O neozelandês Jake Robertson venceu hoje a prova masculina da 27.ª edição da meia-maratona de Lisboa, enquanto o triunfo na prova feminina foi para a etíope Mare Dibaba.

Robertson cumpriu o traçado em 1:00.01 horas, menos 10 segundos do que o queniano James Mwangi, segundo classificado, enquanto o terceiro lugar foi para outro atleta daquele país africano, Edwin Kibet, a 44 segundos. Samuel Barata, no sexto lugar, foi o melhor português com 1:03.52.

Mare Dibaba venceu a corrida feminina com o tempo de 1:09.43 horas, batendo em cima da meta a queniana Vivian Cheruyiot, que gastou mais um segundo, tendo o posto ido para a também queniana Mary Macera, com mais 10 segundos do que a vencedora, numa prova em que Jéssica augusto foi a melhor portuguesa, ao ser sétima com 1:10.38.

JYGO/VR // VR

Lusa/Fim

+ notícias: País

Oito distritos do continente sob aviso amarelo devido à chuva forte

Oito distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de chuva ou aguaceiros pontualmente fortes, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Infarmed no Porto: legal ou ilegal?

Há cada vez mais dúvidas quanto à legalidade da decisão de transferir os trabalhadores do Infarmed de Lisboa para o Porto. Os especialistas em direito do trabalho falam num vazio legal, já que a lei das funções públicas não é clara. Apesar disso, a Federação de Sindicatos da Administração Pública assegura que nenhum trabalhador corre o risco de perder o emprego se não aceitar ser transferido.

540 mil luzes vão iluminar a cidade de Viseu

Este ano, em Viseu, o Natal será ainda mais brilhante, para além das diversas atividades para todas as idades e gostos, a cidade vai ser iluminada por mais de 540 mil luzes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS